As sobrancelhas são o novo foco da beleza

Elas atraem tanta atenção quanto os lábios e ganham glitter, desenhos, e cores inusitados.

Quem cresceu nos anos 1990 provavelmente ouviu diversas vezes que “a sobrancelha é a moldura do olhar”. Mães, avós e tias tentavam prevenir que deixássemos nossos arcos finíssimos, seguindo a moda de suas épocas, que prezava por um traço quase desaparecido. Muitas mulheres ficaram frustradas quando, décadas depois, a trend mudou radicalmente, pedindo um look arqueado e preenchido — inspirando uma leva de tratamentos estéticos, permanentes ou não, para recuperar os fios perdidos.

Assim surgiu o boom das sobrancelhas nos anos 2010, momento no qual dar atenção para a região nunca foi tão primordial. Não poderíamos imaginar, no entanto, que algum elemento facial atrairia tanta atenção quanto os lábios, ganhando todo o tipo de intervenção elaborada: glitter, piercing, traços, cores, desenhos e, até mesmo, a possibilidade de deixar os fios naturais.

Desfile da Rodarte durante a Semana de moda de Nova York, Verão 2015 (Fotosite/Agência Fotosite)

Desfile da Prada durante a Semana de moda de Milão de 2015 (Fotosite/Agência Fotosite)

Um grande exemplo desses novos tempos é o “expert global de sobrancelhas” da Benefit Cosmetics é Jared Bailey. Ele viaja para aproximadamente 40 países todos os anos para falar sobre o tema com as mulheres. Os números do mercado entregam o motivo de uma profissão tão específica: a companhia de pesquisas britânica NPD afirma que as mulheres do país gastam, em média, 200 libras por ano para o cuidado com a região. A multiplicação de produtos para preenchimento, crescimento e iluminação também sinalizam o novo momento: há quatro anos, o Net-a-Porter comercializava apenas 20 deles. Hoje são mais de 150 itens no catálogo.

Leia mais: Esta modelo superou o bullying e aceitou suas sobrancelhas

cara-delevingne-met

(Dimitrios Kambouris/Getty Images)

Uma das grandes musas que mudou o status dos fios foi a britânica Cara Delevingne. “As sobrancelhas dela são um pouco cheias demais, mas a forma como ela as aceitou e fez delas uma coisa boa, fez com que as mulheres desejassem ter o mesmo”, conta Bailey ao The Guardian.  Depois desse momento, o mundo dos pelos se aliou ao da maquiagem, que ao contrário dos looks muito marcados dos anos 80, caminhava cada vez mais para os tons de pele e make natural. Algumas marcas como a Prada, inclusive, desfilaram a beauté com sobrancelhas que não tinham formatos aparados, mas apenas penteados para cima.

Leia mais: Estudo aponta que sobrancelhas são mais importantes do que os olhos na hora de reconhecer uma pessoa

Apesar de personalidades como Kim Kardashian terem influenciado imensamente as vistas marcadas, que por um lado perduram até hoje, não é apenas uma coincidência que todas essas mudanças aconteceram juntamente com o crescimento do movimento feminista e das conquistas femininas em relação ao próprio corpo. Uma revista norte-americana afirmou, por exemplo, que 25% das meninas millennials não se depila mais — e é através desse panorama que podemos ver porque existe território para que a naturalidade das sobrancelhas seja aceita e conviva, lado a lado, com tendências que prezam por formatos perfeitamente aparados, desenhados e preenchidos.

Hoje, o Instagram vive um grande momento com sobrancelhas coloridas, repletas de glitter, desenhos e fendas. Sania Vucetaj, fundadora do Sania’s Brow Bar, conta ao Bustle: “não acredito em seguir tendências que modifiquem as sobrancelhas permanentemente porque pode demorar muitos meses ou até mesmo anos para que os pelos cresçam novamente. Eu sugiro aproveitar as tendências com a maquiagem, que podem ser facilmente lavada”, finaliza. No fim de 2015, vale lembrar, a YouTuber Nátaly Neri usou uma versão verde das suas durante o SPFW e arrasou no nosso Instagram.

Pode ser que estejamos, finalmente, nos divertindo com a maquiagem — em vez de mergulharmos em mudanças permanentes que serão um golpe baixo na autoestima caso, alguns anos depois, as tendências mudem.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s