Juliana Rakoza dá curso de maquiagem para pacientes com câncer

Foram sete dias de aulas gratuitas para familiares e pacientes com câncer.

Durante uma semana, no terceiro andar do Instituto de Tratamento do Câncer Infantil (ITACI), um grupo de mulheres recebeu a atenção e os cuidados da maquiadora Juliana Rakoza e sua equipe. A turma, composta por pacientes com câncer e seus familiares, teve a oportunidade de entrar em contato com o mundo encantador dos batons, contornos e cílios postiços por meio de uma das maiores profissionais do mercado. 

Leia Mais: Esta linha de óculos está na luta contra o câncer de mama

Juliana é a maquiadora oficial da Maybelline NY no Brasil, e já ganhou vários prêmios na área de beleza, além de ser fundadora do Makeup Lab, um curso profissionalizante online. Mesmo com uma carreira recheada de feitos, a makeup artist sentiu a necessidade de fazer mais. “Eu tinha que devolver para o universo aquilo que aprendi”, conta em entrevista à ELLE. Foi por causa dessa inquietação que ela decidiu preparar um workshop gratuito com duração de sete dias para compartilhar um pouco de sua profissão. “Eu já tinha tudo pronto na minha cabeça, as aulas estavam prontas, mas não sabia onde fazer isso.”

Mãe e filha fazendo a avaliação final de maquiagem. (Giulia Tani/ELLE)

Conversando com seu dentista sobre a vontade de colocar essa ideia em prática, ela acabou descobrindo o ITACI, um hospital público ligado ao Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Em pouco tempo, ela se mobilizou para desmarcar compromissos, angariar materiais e recrutar voluntários para essa empreitada. “Eu planejei a maioria das coisas enquanto estava viajando a trabalho e nem sabia se iriam aparecer alunas”, relembra. Apesar da ansiedade e da correria, no dia 19 de junho a maquiadora deu início ao curso que ocorreu durante uma semana com doze alunas.

Para completar o time, Juliana convidou os amigos Cacá Filippini, Cauê Moreno e Tuanne Feitosa, que abordaram temas como moda, fotografia e redes sociais. Em conversa com a ELLE Brasil, Cacá afirma que se sentiu muito tocada com essa experiência e que mais aprendeu do que ensinou: “eu passei a vida inteira vendo maquiagem e moda serem consideradas coisas fúteis, e poder mostrar algo mais humano é muito bom”. Usando o poder da fotografia, Cauê deu uma aula sobre autoestima fazendo com que as alunas tirassem fotos umas das outras, gerando, assim, uma rede de confiança com momentos de risadas e sororidade.

Julia Rakoza e suas alunas na festa de encerramento do curso. (Giulia Tani/ELLE)

No último dia, toda a equipe preparou uma festa para as estudantes, com direito a surpresas e convidados especiais, como o maquiador Anderson Bueno, que caracterizou uma modelo de Marilyn Monroe para entregar os certificados e kits de maquiagem às meninas. Outro personagem de destaque foi Roberta Pavão, responsável por lecionar as aulas de história da maquiagem e cosméticos, e por acompanhar todo decorrer do curso.

Mesmo em clima de celebração, as alunas passaram por um teste de 45 minutos sob o olhar atento de Juliana. Apesar de emocionadas e nervosas pela avaliação da professora, elas estavam visivelmente felizes pela conquista. Uma das mais sorridentes era Leandra Kopacheski, mãe de Vagner Antony, um jovem de 15 anos portador de um tipo raro de câncer linfático. Ela revela que sempre foi muito sensível, mas que a maquiagem a ajudava a se sentir menos triste e mais confiante: “o que eu mais gostei deste curso foi o amor e a humildade de todas as pessoas”. Na cerimônia de entrega dos certificados de conclusão do workshop, Vagner foi surpreendido com um presente inusitado: um violão, entregue pelas mãos de “Marilyn Monroe”, o instrumento que ele sempre sonhou em ter.

Juliana dando feedback para aluna Leandra. (Giulia Tani/ELLE)

No fim, os ensinamentos que ficam não são a mobília doada, os pincéis ou os batons, mas o poder que a maquiagem pode exercer na vida das pessoas. Apesar do debate atual ser sobre a valorização de uma beleza natural, a maquiagem pode ser uma ferramenta de inclusão e valorização da autoestima e autoconfiança de cada mulher. Independentemente do contexto, a maior missão da maquiagem continua sendo enaltecer o que existe de mais bonito.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Que linda iniciativa 👏👏

    Curtir