Manifesto do Laces and Hair estimula a autoestima das mulheres

Cris Dios, fundadora do salão paulista, fala sobre estereótipos e ONG para mulheres vítimas de violência doméstica.

Para Cris Dios, cosmetóloga e fundadora do Laces and Hair, a relação com cabelos começou através do avô, que desenvolveu uma fórmula caseira para quem queria cuidar da saúde do couro cabeludo e dos cabelos. Por isso, desde 1987, quando surgiu o salão, que tem quatro unidades — e está prestes a inaugurar a quinta, no Shopping Villa Lobos — as soluções naturais já eram parte do DNA da marca.

Hoje, quase 30 anos depois, o Laces lança um manifesto que envolve diversas ações em prol dos direitos da mulher. Uma delas é um vídeo e campanha que tem a participação da estilista Adriana Barra, das apresentadoras Adriane Galisteu e Sarah Oliveira, da chef Renata Vanzetto, das empresárias Tathiana Ventri e Silvia Freitas e da RP Stephanie Kopenhagen, no qual as mulheres falam e mostram como é possível se sentir bem consigo mesmas por meio da beleza natural, sem julgamentos e estereótipos.

Leia maisLudmilla inicia transição capilar: “chegou a hora de ser eu mesma”;

“Essa campanha surgiu de uma necessidade e uma observação diária deste universo feminino, onde vejo tantas cobranças das mulheres, cobranças pessoais em ser uma ‘supermulher’, e eu só percebia que elas se tornavam supercansadas”, fala Cris. “Além disso, percebo a cobrança não apenas delas com elas mesmas, mas de umas com as outras, sempre se julgando, sempre analisando e avaliando as escolhas de cada uma. Então pensei em fazer um vídeo que despertasse esta vontade de refletir, de parar tudo e discutir sobre isso, que, muitas vezes, acontece por impulso e está no subconsciente de cada uma. A ideia é disseminar o ‘julgar menos’ e ter mais aceitação em torno do caminho que cada uma resolveu trilhar na vida”, completa ela. Confira o vídeo abaixo:

A campanha será apresentada na quarta-feira (12/4), no Laces da Rua Amauri, às 19h30, seguido pelo debate Mulheres: Estereótipos, Cobranças, Culpas e Medos. Sobre o tema, ela fala que “ao mesmo tempo em que é maravilhoso poder cuidar e reensinar estas mulheres a cuidar da saúde dos cabelos, é desesperador ver tantas mulheres insatisfeitas. No Brasil, temos a cultura do culto aos cabelos loiros, lisos, quase como se fosse um padrão e um estereótipo a seguir e perdemos a naturalidade de cada uma. E a frustração não para apenas na aparência. Conversando com elas, percebo que estão sempre em busca de algo mais, estão sempre correndo, sempre insatisfeitas”.

No evento, ela falará também, e pela primeira vez, sobre o trabalho com a ONG Bem Querer Mulher, que existe há dois anos. “A violência contra a mulher atinge todas as classes sociais, produzindo graves consequências para as vítimas e seus filhos. O Movimento Bem Querer Mulher capacita lideranças comunitárias para empoderar as mulheres vítimas, devolvendo a sua autoestima, confiança e dignidade. Elas acolhem as vítimas, escutam, criam um vínculo de confiança, orientam, esclarecem os seus direitos, acompanham até a rede local de atendimento e conduzem os casos até a conclusão”, afirma Cris.

Crios Dios no Laces and Hair. (divulgação/Divulgação)

Atualmente, a ONG mantém um centro de atendimento na Zona Leste de São Paulo, o Projeto MulheReviva. São cerca de 200 atendimentos por mês, além de oficinas de geração de renda para as mulheres vítimas desempregadas, palestras e atividades comunitárias. “Em alguns momentos e para algumas mulheres, indicamos também um tratamento no Laces para recuperar sua autoestima, pois muitas vezes elas se sentem incapacitadas de sair desta situação atual, de vítima, pois não tem forças e nem autoestima suficiente pra isso. Nosso lema é ‘mulher com autoestima alta não aceita nenhum tipo de violência’, finaliza Cris.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s