Xampu com sal: tire as suas dúvidas!

O xampu pode ou não ter sal na composição? Descubra com a ajuda de especialistas se o elemento causa mesmo danos aos fios e entenda o motivo de tanta polêmica

O sal é responsável pela espuma do xampu
Foto: Getty Images

Poucos assuntos na beleza geram tanta discussão quanto o uso de sal na fórmula dos xampus. Há quem diga que o ingrediente é praticamente um veneno para os fios, enquanto outros afirmam que ele não é o único culpado da história. Para que lado ir? Fomos atrás das respostas. Para começo de conversa, o sal é incluído para dar viscosidade ao produto, o que nada mais é do que aquela espuma que se forma e que nos dá a sensação de cabelo limpo. “Quando não se usa sal, é preciso adicionar outro agente espessante. Sem esse ativo, o xampu fica totalmente aguado e escorre pelos dedos na hora do uso”, explica a dermatologista Maria Fernanda Gavazzoni, de São Paulo. Por isso, avisa a especialista, todo xampu contém algum tipo de sal. “O cloreto de sódio é uma substância naturalmente formada dentro do frasco devido à reação entre os componentes da fórmula”, diz a expert.

Segundo o dermatologista e tricologista Valcinir Bedin, de São Paulo, o elemento da discórdia não chega a danificar os cabelos. “O único problema seria o uso do xampu com sal nos fios já ressecados, que poderiam ficar ainda mais desidratados. Nesse caso, é importante complementar o tratamento com leave-in ou máscara nutritiva.” Vale destacar que o dano só ocorre se o sal não estiver em concentrações adequadas – os especialistas dizem que 0,2% é a quantidade usual e segura.

Se ele é um componente obrigatório e já é utilizado – na maioria das vezes – em sua porcentagem permitida, por que tanta polêmica? Na verdade, o que se discute agora é o efeito de sua permanência sobre os cabelos. “Xampus de qualidade devem ter qualquer resíduo removido com o enxágue. Caso contrário, o produto com sal pode, sim, danificar os fios, principalmente os submetidos a procedimentos químicos constantes”, ressalta Maria Fernanda.

Outro alerta importante: o sal encontrado no mar e no suor também pode comprometer a saúde dos fios. “A água salgada e a secreção produzida pelo organismo têm efeito muito mais nocivo, pois ambas ficam mais tempo em contato com a fibra capilar do que o xampu, que é lavado”, diz Bedin. “Se esse sal não for removido, fica acumulado, formando uma espécie de cristal, que retira a água disponível no fio, causando o ressecamento e impedindo a absorção dos agentes condicionantes”, observa a dermatologista. Na dúvida, incorpore a regra básica da gastronomia na hora do banho: sal demais pode levar sua receita para o ralo. Então, enxágue, enxágue e enxágue. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s