Entrevistamos Michelle Clapton, figurinista do The Crown e GOT

A juventude de Elizabeth II e o seu guarda-roupa de rainha estão em The Crown, do Netflix.

A imagem da velha monarquia, nós já temos: a rainha Elizabeth II, no alto de seus 90 anos, comemorou em 2016 o título de monarca mais antiga no cargo (são 64 anos no trono). Ao longo dos últimos meses, diversos eventos foram realizados na Inglaterra para lembrar o marco. Agora, outra fase da monarca é apresentada pelo Netflix. Estreia dia 4 no canal de streaming a série The Crown, que vai mostrar as implicações da monarquia na vida de uma jovem rainha, interpretada pela britânica Claire Foy.

Leia mais: The Crown é a série mais cara da história da Netflix e conta a história da Rainha Elizabeth. Assista ao trailer!

O primeiro episódio começa em 1947, quando, aos 21 anos, ela se casa com o príncipe Philip. Aos 25, é coroada e já precisa lidar com a Inglaterra no pós-guerra. Com clima de filme de época, a série deve suprir o buraco deixado por Downtown Abbey, em 2015, que também seguia essa estética ao retratar o cotidiano de uma família aristocrata inglesa no início do século 20. Também filmado na Inglaterra, The Crown é a produção mais cara realizada até agora pelo Netflix. Na primeira temporada, dividida em dez episódios, foram gastos mais de 130 milhões de dólares. Ainda assim, as próximas seis já estão confirmadas (uma para cada dez anos de governo), com roteiro assinado por Peter Morgan, premiado pelo filme A Rainha (2007), e direção de Stephen Daldry, de Billy Elliot (2000).

The Crown Season 1

“Acho que essa série vai ajudar o público a entendê-la como uma mulher que abriu mão de sua vida privada para se tornar uma rainha. É interessante que esteja estreando neste momento”, disse à ELLE a premiada figurinista britânica Michelle Clapton. A designer também fez parte do time que desenvolveu a caracterização do hit Game of Thrones, pelo qual recebeu três prêmios Emmy de melhor figurino. Agora, seu trabalho é ainda mais importante, já que a moda da realeza é constantemente revisitada. A cada novo membro da família, um novo look emblemático. É assim até hoje: quem não se lembra do vestido de Pippa, irmã de Kate Middleton? Um Sarah Burton colado ao corpo que sumiu das araras depois do casamento real.

Leia mais: Ela é a responsável pelos looks incríveis de The Get Down

Só para o papel da rainha foram produzidos mais de 80 looks. Tudo foi submetido a uma minuciosa pesquisa de época, encabeçada por Michelle. “Acho que os monarcas não seguem moda. Para Elizabeth, as roupas servem como um uniforme, em que ela pode ser vista e fotografada. Minha interpretação é que ela se sente mais confortável consigo mesma em um cardigã e um lenço na cabeça”, diz Clapton. Melhor ainda se for um lenço Hermès, grife que este ano lançou um modelo em comemoração ao aniversário de Sua Majestade.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s