5 museus dedicados à moda ao redor do mundo

Para quem gosta de moda, um bom museu sempre tem muito a oferecer. Há muitos deles ao redor do mundo, mostrando algumas das mais preciosas evidências de como o cenário fashion foi importante – e continua sendo – ao longo do tempo.

ModeMuseum, Antuérpia
Se você busca uma experiência que vai além de roupas exibidas em manequins por trás de vitrines, então este museu pode se tornar o seu preferido. O MoMu, que tem mais de 25 mil peças no seu arquivo, pensa em como cada modelo será exibido, montando verdadeiros cenários que levam em consideração a época e a inspiração do designer para compor a peça.

A ideia do museu é servir como um testamento tangível de cada uma das inovações e contribuições de grandes nomes da moda belga como Raf Simons, Haider Ackermann e Martin Margiela para o cenário fashion.

Musée Galliera, Paris
Não existe lugar melhor para saber sobre moda do que Paris, certo? O Galliera começou na década de 1920, quando o historiador e colecionador Maurice Leloir decidiu doar as mais de 2 mil peças e acessórios que tinha para a Cidade de Paris, desde que fossem usadas para criar um museu sobre vestimentas.

Atualmente com mais de 100 mil modelos no arquivo, o Galliera contém itens que passam por alta costura e prêt-à-porter, e sua coleção do século 18 é uma das maiores do mundo, com o maior número de roupas da época do Iluminismo.

Bunka Gakuen Costume Museum, Tóquio
Inaugurado oficialmente em 1979, este museu é parte do Instituto Bunka Gakuen, criado em 1923, e que começou como uma coletânea de roupas ocidentais, principalmente europeias, além de alguns modelos de roupas tradicionais japonesas. No entanto, após a Segunda Guerra Mundial, o museu recebeu uma série de doações de roupas do sul e sudeste asiáticos, e ele, então, se estabeleceu como um museu focado em roupas étnicas, principalmente da Ásia, mas também da África, Europa e América Latina. 

Victoria & Albert Museum, Inglaterra
O foco aqui é a história: pense em modelos que marcaram época, a evolução dos vestidos e das vestimentas femininas, a alta costura do pós-guerra… O V&A é a uma verdadeira viagem no tempo quando se fala de moda.

Atualmente, o local conta com uma exposição que mostra o como as roupas íntimas mudaram com o passar dos séculos e a sua relação com a moda do dia a dia e de alta costura.

Sneak Preview from the #vamundressed press photo call. Opens 16 April. Sponsored by @agentprovocateur and @revlon_uk

A post shared by Victoria and Albert Museum (@vamuseum) on

Metropolitan Museum of Art, Nova York
Um dos museus mais famosos e conhecidos da área, o Anna Wintour Costume Center conta com 35 mil peças em seu arquivo, entre roupas e acessórios femininos, masculinos e infantis. Apesar de não ter uma exposição permanente, por causa da delicadeza de alguns dos tecidos de seus modelos, o museu conta com dois tours que podem ser desfrutados o ano todo: Fashion in Art e Costume: the art of dress.

Além disso, a cada ano o museu monta uma exposição especial, relacionada ao tema do renomado baile do MET, que acontece todo mês de maio. Entre exposições como PUNK: Chaos to Couture (2013) Jacqueline Kennedy: The White House Years (2001) está a mostra Alexander McQueen: Savage Beauty (2011), a mais visitada em toda a história do instituto.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s