Amir Slama protesta contra assédio em seu desfile no SPFW

Com apoio do jornal O Estado de S.Paulo, o estilista de moda praia se juntou ao projeto "Sexismo Invisível".

Na noite desta quarta-feira (16.03), o desfile de Amir Slama no SPFW N43 causou um burburinho nas redes sociais. Além das peças do tipo sexybomb de sua coleção inspirada nos anos 1970, uma surpresa chamou bastante atenção. Quando o flash das câmeras bateu no corpo de uma modelo, revelou-se uma mensagem “invisível” em sua pele onde se lia: “Eu visto o que eu quiser“.

Leia mais: O Instagram criou uma nova ferramenta a fim de acabar com o assédio na rede

Amir Slama

(Zé Takahashi/Agência Fotosite)

A ação faz parte de um projeto do jornal O Estado de S.Paulo, chamado Sexismo Invisível, em parceria com a agência FCB Brasil. A ideia é acabar com a culpabilização da vítima em momentos de agressão. Esse comportamento justifica a violência contra a mulher pelo comprimento de suas roupas. Mais injusto, impossível.

Vale lembrar que, inclusive, a ELLE já se posicionou neste debate importantíssimo em dezembro de 2015. Vocês lembram de nossas capas feministas com dizeres “Minha roupa não é um convite”, “Vestida ou pelada, quero ser respeitada”, “Meu decote não dá direitos” e “Meu corpo, minhas regras”?

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s