Blogueira cria peças lindas e estilosas para mulheres gordas

Nova coleção da Navabi quebra antigas regras fashion, cria mix de cores e ainda tem detalhes especiais.

Em um foto promocional da mais nova linha da marca Navabi, feita por Bethany Rutter, a blogueira aparece usando um casaco azul com uma calça verde. Na outra, ela cria um mix entre rosa e vermelho. Se de acordo com as regras fashion de cores ela está completamente errada, do ponto de vista do estilo Bethany é extremamente original. Ela criou peças destinadas à mulheres gordas que querem vestir itens que fujam do que é produzido atualmente para seus tamanhos.

“Eu acho que cores são divertidas e não acredito em combinações”, conta Rutter ao Bustle. “Existe toda essa lógica de ‘não use rosa e vermelho juntos’,  mas eu coloquei essas peças em mim e elas ficam muito legais juntas, assim como ficam legais com cores neutras.”

Leia mais: Nova marca brasileira cria lingeries para todos os tipos de corpos

coleção-navabi-plus-size

(Bethany Rutter/Divulgação)

Todos os detalhes das 10 peças foram intencionais, como as calças com grandes laços no quadril. “Nós não pensamos em fazer calças tradicionais para uma mulher plus size”, explica. “Preferimos calças que realmente dissessem alguma coisa, com um detalhe como um laço.”

coleção-navabi-plus-size

(Bethany Rutter/Divulgação)

Eu sinto que existe uma dessexualização das pessoas gordas, que é misturada com a masculinidade”, conta ela. “Em um esforço para balancear isso — a não ser que seja algo que você queira ativamente promover na sua imagem — nós somos ensinadas a usar vestidos, cabelo longo, esse tipo de voluptuosa sensualidade.” De acordo com ela, isso pode levar a um medo que muitas mulheres que diferem dos padrões ditados pela sociedade sentem: o de criar experimentações com seus guarda-roupas.

Leia mais: Marca brasileira cria biquínis curvy

coleção-navabi-plus-size

(Bethany Rutter/Divulgação)

Enquanto um dos armários escolhidos por mulheres gordas é repleto de roupas pretas e sem formas, o outro é repleto de peças justas, já que o discurso tradicional diz que é preciso “valorizar as curvas”. Bethany diz que só quer “usar roupas cool, bem estruturadas, com um elemento repleto de estilo, ao contrário de peças super femininas“.

“O fato de eu estar criando coisas que ainda não fui capaz de encontrar nas lojas é um statement sobre a falta de escolhas significativas para mulheres plus size. Seria praticamente impossível para uma mulher magra criar alguma coisa que ela nunca teve a possibilidade de comprar, a não ser que fosse algo muito vanguardista.” Com sua linha, ela está dizendo não para as linhas limitadas e redutivas do que a indústria e a sociedade pensam que mulheres diferentes do padrão vigente devem usar.

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s