Confira os destaques do segundo dia da 41ª Casa de Criadores

Desfiles do tipo performance ganham cada vez mais espaço no evento com Ellias Kateb e Felipe Fanaia.

O segundo dia de Casa de Criadores (9.5) começou a Ocksa. O desfile de Igor Bastos e Deisi Witz, novamente, se absteu de cores – trabalhando com tons de cinza, branco e preto – para explorar tecidos esportivos com diferentes texturas. Vale destacar o uso o Tyvek, um material especial para costurar paraquedas que, nas mãos dos designers, se torna acessórios 100% usáveis como as pochetes-desejo da etiqueta.

Ocksa

(Marcelo Soubhia/Agência Fotosite)

A roupa continua priorizando o recorte oversized pelo qual a dupla se tornou conhecida. No entanto, entra em cena, uma parceria com a OH Studio – marca de lingerie famosa por seu trabalho delicado com leggings e bodies. A inserção destas peças garantiu mais suavidade para a coleção que cumpre bem o objetivo almejado pelos estilistas nesta temporada: fazer uma moda mais comercial sem baratear suas propostas.

Ocksa

(Marcelo Soubhia/Agência Fotosite)

Daí vamos para o desfile de Felipe Fanaia. Apesar de não ter anunciado a sua apresentação como uma “performance”, como tantos têm feito nesta temporada, ela naturalmente se encaminhou para essa vertente. Tudo começa com ninguém menos que o próprio Max Weber – maquiador conhecidíssimo por sua personalidade (e estilo) over the top – na passarela. Depois dele, uma série de amigos da etiqueta compunham o casting. Rober Dognani – estilista que se apresentou no dia anterior e virou stylist para o show de Felipe – era um dos rostos familiares em meio à fila final.

Felipe Fanaia

(Marcelo Soubhia/Agência Fotosite)

Uma tendência inusitada, inclusive, apareceu na coleção inspirada pelo universo estético do filme As Patricinhas de Beverly Hills. Depois da drag Pabllo Vittar ter beijado Dudu Bertholini na primeira fila do desfile da Cemfreio, no dia anterior, em meio a sua apresentação, dois modelos também repetiram o feito na passarela de Felipe. No final, tudo virou festa com a apresentação de Rico Dalasam que encarnou a própria Cher Horowitz para fechar o desfile alto-astral.

Felipe Fanaia

(Marcelo Soubhia/Agência Fotosite)

Em seguida, Tarcísio Brandão aborda outro dos temas recorrentes entre os estilistas da Casa de Criadores: a nossa relação com o tempo. Para recuperar o “carpe diem” da moda, o designer recorreu à técnicas artesanais intrincadas na hora de compor tops e vestidos em looks que não se intimidavam em mostrar bastante pele – em geral, coberta por glitter dourado.

Tarcísio Brandão

(Marcelo Soubhia/Agência Fotosite)

O dia continua nas mãos de Weider Silveiro. Consistente, o designer segue na cartela de cores que direcionou sua última apresentação no evento: azul e branco dominam novamente as peças do estilista nesta temporada.

Weider Silverio

(Marcelo Soubhia/Agência Fotosite)

Inspirado pelo clipe de “La Isla Bonita”, da Madonna, ele apostou em uma silhueta body-concious que explodia em volumes com tule na altura dos joelhos. Ainda sobre modelagem, ele se apoiou muito na camisaria e deu um tom mais street à coleção com seus ombros e mangas oversized.

Weider Silverio

(Marcelo Soubhia/Agência Fotosite)

O legal das roupas de Weider nessa temporada não é somente o fato de que elas geram desejo imediato nas fashionistas que entram em contato com elas, mas também que o processo de criação leva em consideração a sustentabilidade. Alguns dos looks foram costurados com um tecido biodegradável produzido pela Rhodia e, além disso, o jeans da coleção é 100% criado a partir de peças garimpadas em brechós pelo designer.

Ellias Kaleb

(Marcelo Soubhia/Agência Fotosite)

Por fim, Ellias Kaleb retoma a questão do tempo com sua apresentação zen. Meninos com roupas orientalistas (pense em pantalonas e peças dissidentes do quimono) com bordados de flor pintavam um jardim de areia colorida na passarela enquanto andavam por ela. Destaque para a efemeridade dos colares de flores congeladas que derretiam durante um espetáculo. Tudo para criar uma atmosfera contrastante ao dia a dia radicalmente agitado de São Paulo.

Ellias Kaleb

(Marcelo Soubhia/Agência Fotosite)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s