Conversamos com Marine Serre, a vencedora do prêmio LVMH

A francesa trabalhou em marcas de renome como Balenciaga, Maison Margiela e Dior antes de alçar voo solo. “É preciso estar de olhos sempre abertos.”

“Futuro” é uma palavra que, em geral, acaba aparecendo nas conversas que a francesa Marine Serre tem quando está explicando o seu estilo para algum jornalista. Agora, ela parece não ser mais estranha a entrevistas, uma vez que, depois de ter ganhado o prêmio LVMH – concurso que entrega € 300 mil ao vencedor – todos os olhos se voltaram a seu trabalho.

marine-serre-premio-lvmh-entrevista

(Marine Serre/Divulgação)

“Acho que nosso ponto de partida não é entender o que vai acontecer daqui para a frente, mas sim o de trazer um equilíbrio entre o savoir-faire e a moda do dia a dia. (…) Não fico pensando no futuro o tempo todo, mas como acredito que estou fazendo algo legitimamente novo, isso acaba soando futurista”, diz a estilista segura de si em entrevista à ELLE Brasil. A coleção Radical Call For Love – que lhe garantiu o ticket de ouro pelo grupo LVMH –, por exemplo, mistura a indumentária árabe do século 19 com o visual esportivo dos tracksuits contemporâneos.

Esta segurança, inclusive, foi um dos fatores que a ajudou a abocanhar o primeiro lugar disputado por outros nomes interessantes como o da inglesa Molly Goddard e o do sírio Nabil El-Nayal. A própria Maria Grazia Chiuri – estilista da Dior e jurada da competição – reconheceu que isso é algo raro de se ver em uma designer com apenas 25 anos de idade.

marine-serre-premio-lvmh-entrevista

(Tanguy Poujol para Marine Serre/Divulgação)

Segundo Marine, ela conquistou essa característica por meio de sua experiência trabalhando em outras etiquetas. Antes de alçar voo solo, a designer passou por ateliês de alta-costura como Maison Margiela e On Aura Tout Vu, bem como nos setores de prêt-à-porter da Dior e da Balenciaga. “Além disso, eu tenho um time que, apesar de pequeno, é muito talentoso, tenho muitos amigos e amo o que faço, acho que é daí que vem a minha confiança.”

“A visão que ela tem para o futuro de sua marca foi muito estimulante para todos nós” – Nicolas Ghesquière

marine-serre-premio-lvmh-entrevista

(Tanguy Poujol para Marine Serre/Divulgação)

“A visão que ela tem para o futuro de sua marca foi muito estimulante para todos nós”, elogia Nicolas Ghesquière, também jurado e diretor criativo da Louis Vuitton. “É muito legal ver alguém colocando a mão na massa e realmente fazendo uma marca acontecer. Acho que ela tem um futuro brilhante pela frente”, completa Jonathan Anderson, responsável pelo departamento de estilo da Loewe.

marine-serre-premio-lvmh-entrevista

(Tanguy Poujol para Marine Serre/Divulgação)

“Continue andando, acredite no que você faz e aproveite muito”, aconselha a estilista a todos aqueles que estão começando sua carreira no mundo fashion. “É preciso estar de olhos abertos o tempo todo e, ao mesmo tempo, refinando esse olhar para escolher exatamente aquilo que faz sentido para você.” Ao que tudo indica, a menina que, quando criança, preferia os esportes aos vestidos, já é mestre nessa arte.

Para comprar as roupas de Marine, basta correr até as multimarcas mais bem renomadas do mundo como SSENSE (e-commerce), Dover Street Market, Opening Ceremony e Nordstrom.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s