Este estudante está acusando Viktor & Rolf de plágio

Terrence Zhou mandou um portfólio para a marca tentando um estágio por lá e diz que suas criações acabaram na passarela da etiqueta.

Imagine só esta situação: você é fã de uma marca e sonha trabalhar com ela. Empenhado, você manda um portfólio com as suas melhores criações e ideias. Passa um tempo, além de você não ter sido aceito para a vaga — o que já não é um baque fácil de superar — a etiqueta em questão rouba suas ideias e as coloca em seu próximo desfile.

Ao que tudo indica, este é o caso de Terrence Zhou. O jovem chinês radicado em Nova York — onde faz faculdade na Parsons: The New School for Design — enviou um CV para a Viktor & Rolf que o rejeitou de imediato. “Mesmo se você tivesse um visto, não poderíamos te contratar. Estas são as regras do governo e, infelizmente, nós não somos capazes de mudá-las”, escreveu Dominique van Barneveld, um funcionário da grife, por e-mail.

Estou aqui tentando proteger nossos direitos. Isso precisa mudar – Terrence Zhou

Leia mais: Forever 21 diz que Gucci não pode processá-la por cópia

Depois disso, não demorou para que Terrence visse seu portfólio redesenhado na passarela da marca que acabou de se apresentar na temporada de Alta-Costura de Paris. Volumes exagerados e essas cabeças de boneca que apareceram por toda a coleção da dupla holandesa são características muito marcantes do trabalho do aspirante a estilista.

Action Dolls, Haute Couture Autumn/Winter 2017 ❤ VR #ViktorandRolfCouture 📸 by @teampeterstigter

A post shared by Viktor&Rolf (@viktor_and_rolf) on

Isso tem se tornado uma prática corriqueira no mundo fashion“, disse o estudante ao portal WWD. “Eu decidi ir a público porque se nós não fizermos isso, eles vão achar que são donos do poder e que fazer esse tipo de coisa é normal. Roubar ideias desse jeito faz muito mal a nova geração de criadores que está tentando encontrar um espaço no mercado de trabalho.”

Mesmo depois do choque, Terrence declarou que ainda pretende continuar no mundo da moda. “Só acho que eles devem dar crédito às referências que usam como inspiração. Estou aqui tentando proteger nossos direitos. Isso precisa mudar.

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Deijivan Fernandes

    Passado

    Curtir