Joias e acessórios feitos com impressoras 3D estão cada vez mais sofisticados e acessíveis

A designer Jenny Wu é um dos melhores exemplos da real possibilidade de impressoras 3D serem utilizadas no mundo da moda.

Em setembro do ano passado, Kanye West se mostrou muito preocupado com o avanço das impressoras 3D. Em uma visita ao Tumo Centre for Creative Technologies, na Armênia, o músico/estilista, disse que a internet destruiu a indústria da música e essas máquinas poderiam fazer o mesmo com a indústria têxtil.

Enquanto roupas continuam, majoritariamente, sendo experimentos de estudantes e pesquisadores, há uma nova designer que está criando joias e conquistando celebridades. E, como bem sabemos, quando atrizes, modelos e cantoras começam a usar alguma novidade, é questão de tempo para ela estourar.

Leia também: Danit Peleg usa impressoras 3D caseiras para fazer roupas​

Our new Papilio light ring available for preorder now. #jennywulace #LACE2016 #3dprinting #statementring Photo by @poyaoshih

A post shared by Jenny Wu, Architect/Designer (@lace_jennywu) on

Jenny Wu era arquiteta e resolveu se aventurar com uma linha de joias quando imprimiu um colar para ela mesma usar na Miami Art Basel. Depois de perceber o interesse das pessoas na peça, decidiu lançar a LACE já que possuia parceria e contatos na área. O sucesso foi imediato, principalmente por sua capacidade de unir design à tecnologia e tirar o aspecto sci-fi das impressoras 3D. Os colares, brincos, pulseiras e anéis da marca são tão bonitos e delicados que, inclusive, já conquistaram desde cantoras como Carrie Underwood a ex-miss universo, Olivia Culpo.

Mostramos algumas dúvidas aqui:

Quais são as diferenças e desafios ao imprimir algo usável, como joias, em vez de peças arquitetônicas, como você costumava fazer?

Usabilidade, durabilidade e custo são apenas alguns dos fatores que me preocupo na hora de desenhar peças usáveis, como joias. Ainda que muitos avanços estejam acontecendo na tecnologia 3D, ainda há um número limitado de materiais apropriados para peças usáveis. Alguns materiais quebram facilmente e outros são desconfortáveis no copo. Ao desenvolver minha coleção, testei diferente materiais durante seis meses para ver como eles se comportavam com o tempo. Acredito que ssas limitações serão, em breve, uma coisa do passado já que a tecnologia 3D está avançando rapidamente: mais materiais estão disponíveis e o custo da impressão está mais acessível do que nunca.

Quais são as vantagens de imprimir joias sobre o método tradicional? Por que alguém deveria comprar suas joias impressas e não as produzidas da forma mais conhecida?

A impressão 3D acelera o processo porque pode produzir uma joia com várias peças conectadas em apenas uma impressão. Ela elimina a necessidade de montagem e soldagem de várias partes para fazer uma corrente, por exemplo. Através deste processo de fabricação aditiva, sou capaz de desenhar formas não convencionais e a impressora pode produzir exatamente o que projetei. Esta abordagem é conceitualmente diferente do que pegar um material e, depois, usar ferramentas para moldar.

Já que cada joia, como o colar, é impresso de uma vez, em vez de um pedaço por vez, não é necessário criar moldes. A impressão 3D não está apenas transformando o processo de produção de joias, mas também está contribuindo para a qualidade do design.

Você tem uma impressora 3D no seu escritório? Como é o processo de desenvolvimento?

Eu tenho uma impressora 3D no meu escritório, mas ela é usada apenas para os protótipos. A maioria das minhas peças são produzidas por impressoras 3D muito modernas para conseguir a resolução e qualidade que eu quero.

Meu processo de criação começa, normalmente, com alguns desenhos feitos à mão que exploram várias ideias. A partir dai, eu trabalho com meu time para transformar o desenho em 3D e pensar em como a joia ficaria no corpo. Quando chegamos a um modelo digital inicial que gostamos, imprimimos uma peça teste na impressora que temos no escritório. Após várias interações nessa impressora caseira, mandamos o desenho para a impressora mais poderosa para a impressão final. 

Você disponibiliza seus desenhos para que outras pessoas possam imprimi-los em suas impressoras 3D?

Ainda não porque eu desenho, majoritariamente, para aço e metais preciosos, que ainda não estão disponíveis em impressoras 3D que se pode ter em casa.

Falando do futuro, você acredita que impressoras 3D serão mais acessíveis e será possível ter uma em casa, assim como as impressoras comuns?

Atualmente, é possível imprimir acessórios facilmente.  As impressora básicas, que usam plástico comum (nylon e ABS) são acessíveis – mais ou menos o valor de uma impressora 2D de alta qualidade. Mesmo que você não tenha uma impressora 3D, há muitos serviços que podem fazer e entregar produtos por preços relativamente baixos.

Na moda, há alguns materiais flexíveis que são apropriados para roupas, mas ainda estão bem no início do processo de desenvolvimento. Eu acredito que ainda há muito que pode acontecer com a tecnologia de impressão 3D e é muito empolgante ver aonde isso vai chegar. Estou muito animada de estar na vanguarda do movimento.

Além de Jenny Wu, que criou sua própria loja, o universo das impressoras 3D é muito vasto com destaque para marketplaces como o Shapeways. Por lá, qualquer pessoa pode fazer o upload de um molde virtual, escolher o material que gostaria para o seu produto (metais, plástico e até procelana) e a empresa fica responsável por imprimir e entregar a ideia em quase todos os países do mundo. O site virou uma verdadeira comunidade de fãs dessa tecnologia, com fóruns e lojinhas criadas por outros entusiastas. Caso você não encontre o que está procurando, tampouco saiba desenhar um molde, é possível contratar um designer lá dentro que colocará a sua ideia em prática.

Separamos aqui algumas peças disponíveis:

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Ficou curioso para saber como esse objetos são feitos? Neste vídeo é possível ver um pouco do processo:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s