Modelo cansa do Instagram e resolve desmascarar seus posts

Com a intenção de escancarar o quão tóxica pode ser a indústria de modelos, Jazz Egger editou as legendas de seus posts com a #truthbehindthisshot.

Quem se lembra de Essena O’Neill, a blogueira australiana que há pouco mais de um ano alterou todas as legendas de seus posts no Instagram a fim de mostrar o que há por trás de uma selfie e, em seguida, excluiu sua conta na rede social? Nesta semana, uma modelo austríaca que vive em Londres resolveu fazer algo muito parecido. Jazz Egger, de 19 anos, editou algumas frases explicando o que estava pensando no momento em que postou determinada foto no aplicativo. Nesta carreira desde os 13 anos, ela já participou do programa Germany’s Next Top Model e foi finalista do concurso Elite Model Look.

Com a intenção de mostrar como os padrões impostos pelas agências podem ser prejudiciais para a saúde e autoestima das mulheres, Jazz fez edições como estas usando a #truthbehindthisshot:

“Levei 15 minutos para fazer essa foto e eu estava perto de cair da minha cama porque tinha que fazer minhas pernas parecerem finas”.

“Gastei cerca de uma hora pensando se eu deveria postar isso ou não porque meu nariz me faz sentir desconfortável”.

“Neste dia, minha agência me disse que meu quadril estava muito largo e que eu precisava perder peso para ter uma chance na London Fashion Week. Eu já estava abaixo do meu peso, então decidi que não ia perder nenhum peso. Continuei confirmada na LFW.”

Sua legenda mais recente diz que o único motivo pelo qual ela ainda está no Instagram é porque os diretores de casting sempre perguntam quantos seguidores ela possui antes de decidir se vão contratá-la. “Não sei como me sinto sobre isso, mas aqui vai uma selfie para continuar no jogo”, escreveu.

“Eu tentei pensar em jeitos de mudar e acho que você só consegue mudar um sistema se você faz parte dele. Então, antes, eu tive que ser alguém na indústria para as pessoas ouvirem o que eu tinha para falar”, declarou em entrevista ao Metro.co.uk. “Eu recebo tantas mensagens de meninas que perguntam como elas podem perder peso, e eu nunca dou nenhum conselho, eu apenas pergunto ‘se você fosse a única pessoa no mundo e ninguém mais pudesse te ver, você ainda iria querer mudar o seu corpo?”.

Assim como Essena, a atitude de Jazz mostra como redes sociais podem ser tóxicas ao criar um ambiente de aparente felicidade eterna, em que padrões são criados e estimulados. Quando falamos do mundo das modelos, a gravidade aumenta porque além de serem elas a aparecerem nas campanhas e desfiles, influenciando milhares de outras mulheres com sua imagem, a indústria costuma ser muito opressora sobre essas garotas extremamente jovens.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s