Na França, modelos precisarão de atestado médico e revistas deverão explicitar o uso de Photoshop

Uma nova lei que vai forçar as modelos a apresentarem um certificado comprovando sua saúde foi aprovada na França, de acordo com o The Guardian. Parlamentares decidiram alterar uma versão anterior do documento, que estabelecia um índice de massa corporal mínimo, para que os médicos decidam o que “saudável” significa para cada pessoa. A consequência ao deixar de entregar esse certificado é de até seis meses de cadeia ou 75 mil euros.

Além disso, as revistas que alterarem fotos digitalmente, a fim de deixar as modelos mais magras, agora devem deixar isso claro em suas páginas. O não cumprimenento dessa determinação pode acarretar em uma multa de até 37,5 mil euros.

Vale ressaltar que, na França, a estimativa é de que 35 mil pessoas – a maioria adolescente – sofrem de anorexia. Algumas agências de modelos francesas se opuseram à lei, alegando que a anorexia seria uma doença psicológica que não deve ser atrelada à magreza das modelos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s