“Não mudei meu estilo, apenas adaptei”, diz Paola Antonini no SPFW

A vlogger participou do seu primeiro SPFW nesta temporada e foi convidada pelo TNT Lab para uma palestra sobre liberdade e diversidade.

Em um momento em que diversidade e inclusão são palavras em pauta no mundo da moda, com mais modelos negras e curvilíneas aparecendo nos desfiles e campanhas, existe uma parte da população que é pouco citada: as pessoas com deficiência.

Leia mais: Esta marca faz roupas para cadeirantes e elas são lindas

Por isso, Paola Antonini é um nome muito importante no mundo dos digital influencers, que foi convidada pelo espaço TNT Lab no SPFW N43 para um bate-papo sobre liberdade e diversidade. Com 1,4 milhão de seguidores no Instagram, ela mostra o seu dia a dia com uma prótese na perna. O sucesso na rede social a fez criar também um canal do Youtube. “Eu resolvi criar algo em que eu pudesse explicar melhor minha história, e com o tempo fui compartilhando viagens, dicas e mensagens bacanas também”, conta em entrevista à ELLE durante o SPFW. Há três anos, a mineira sofreu um acidente um pouco antes de sair para viajar com os amigos. Um carro a atingiu e, por isso, sua perna direita teve que ser amputada.

(TNT/Divulgação)

Paola chamou atenção durante o evento de moda pelo seu estilo, simpatia e, inclusive, uma prótese customizada com glitter para finalizar suas produções. “Eu amo montar meus looks, me divirto, é um prazer. Apesar de ter um estilo mais básico, eu curto misturar com algumas tendências”, dividiu depois de assistir ao desfile de Vitorino Campos. Porém, quando o assunto é representatividade, pontua: “Ainda sinto falta de pessoas com alguma deficiência. Luto bastante por uma maior representatividade aqui no Brasil, não só pela amputação”.

Ela conta que, desde o acidente, seu estilo não mudou, apenas teve que ser adaptado: “Algumas roupas não ficam muito legais por conta da prótese, tipo calças, não são todas as calças que cabem, mas nunca tive dificuldades em lidar com todas essas adaptações. Hoje uso mais shorts e saias né, pela praticidade, mas isso não me deixa menos feliz”.

Quando o assunto é autoestima, a vlogger conta que nunca se deixou abalar: “Desde o momento em que eu recebi a notícia, eu encarei de frente a situação e mergulhei nessa nova etapa. Reaprendi muitas coisas, a andar, a equilibrar de novo, descer uma escada…  Mas nunca perdi minha vaidade, me adaptei e aceitei muito bem mesmo porque a beleza exterior não é nada!”. Inclusive, ela também não vê problemas em conversar sobre o assunto: “Tenho o maior prazer em falar, compartilhar e incentivar as pessoas”. E isso já trouxe muitas histórias emocionantes em sua vida: “Teve uma vez que encontrei uma menina no aeroporto que fazia hemodiálise e ela usava um bracelete pra esconder a veia que ficava saltada no braço dela, as pessoas ficavam olhando e ela, por vergonha, usava o bracelete. Quando ela viu minha prótese e me viu andando por aí, ela arrancou o bracelete e falou que nunca mais o usaria. Achei muito lindo que eu a consegui encorajar dessa forma, ela foi muito corajosa”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s