Peças básicas usadas com criatividade ao redor do mundo

Moscou, Tóquio, Londres, Paris... Demos um giro no mundo e buscamos inspiração para dar um restart nas peças mais tradicionais do armário.

As tendências são sempre as estrelas do street style, mas as fashionistas também sabem usar os básicos como ninguém. Dar um giro no mundo buscando as peças mais comuns no guarda-roupa pode ser uma injeção de estilo e criatividade para o seu dia-a-dia — ainda mais se for fora do circuito tradicional, incluindo Moscou e Tóquio. Confira abaixo a forma como alguns países incorporam peças clássicas e inspire-se! 

Milão – Suéter e Moletom

(Fotosite/Agência Fotosite)

(Fotosite/Agência Fotosite)

Cores, estampas, frases, texturas e muita finesse – esse é o segredo da italiana para usar nas ruas um suéter ou moletom que poderia muito bem ser permitido apenas dentro de casa. O melhor é que regras tradicionais ficaram para trás: ao invés de acreditar que apenas uma peça mais justa e salto podem cair bem com essas peças despojadas (o que ainda funciona), elas mostram que existe também espaço para calças com silhuetas largas nessa combinação.Cores, estampas, frases, texturas e muita finesse – esse é o segredo da italiana para usar nas ruas um suéter ou moletom que poderia muito bem ser permitido apenas dentro de casa. O melhor é que regras tradicionais ficaram para trás: ao invés de acreditar que apenas uma peça mais justa e salto podem cair bem com essas peças despojadas (o que ainda funciona), elas mostram que existe também espaço para calças com silhuetas largas nessa combinação. (Fotosite/Agência Fotosite)

Cores, estampas, frases, texturas e muita finesse – esse é o segredo da italiana para usar nas ruas um suéter ou moletom que poderia ser limitado a ficar em casa. O melhor é que regras tradicionais ficaram para trás: ao invés de acreditar que apenas uma peça mais justa e salto podem cair bem com os itens despojados (o que ainda funciona), elas mostram que existe também espaço para calças com silhuetas largas na combinação.

Londres – T-shirt

(Fotosite/Agência Fotosite)

(Fotosite/Agência Fotosite)

Londres e sua excentricidade tem muito o que ensinar no quesito t-shirt: ultimamente elas tem aparecido com cores bold e estampas vintage. A combinação com jeans ganha respiro com salto e meia, e já o modelo preto pode ficar forte se o restante do look for de uma cor forte, como o vermelho. – (Fotosite/Agência Fotosite)

Londres e sua excentricidade tem muito o que ensinar no quesito t-shirt: ultimamente elas tem aparecido com cores bold e estampas vintage. A combinação com jeans ganha respiro com salto e meia, e o modelo preto pode ficar forte se o restante do look for de uma cor que estiver em alta, como o vermelho.

Tóquio – Casaco preto

(Fotosite/Agência Fotosite)

(Fotosite/Agência Fotosite)

(Fotosite/Agência Fotosite)

O Japão passa longe dos clichês fashion que ocupam o imaginário ocidental quando pensamos no país. O casaco e a parka pretos ganham a intervenção tanto de camisas com texturas interessantes quanto de peças e patches coloridos.

Paris – Jeans

(Fotosite/Agência Fotosite)

(Fotosite/Agência Fotosite)

(Fotosite/Agência Fotosite)

O que pode ser apenas uma peça casual é, para a parisiense, uma dádiva de estilo. Aprendemos com elas que a calça jeans é versátil e com rasgos pode exibir a meia-calça-arrastão — estrela do momento — e também detalhes trabalhados nas laterais. Na dúvida, uma camisa branca e um casaco justo já são o suficiente para um look elegante.

Moscou – Tênis

(Fotosite/Agência Fotosite)

(fotosite/Agência Fotosite)

(Fotosite/Agência Fotosite)

A cidade que está cada vez mais sob os holofotes fashion ensina a estilizar o tênis sem medo: peças de moletom customizadas ficam perfeitas com o modelo esportivo e os looks monocromáticos também são a pedida certa para a criatividade.

Nova York – Camisa branca

(Fotosite/Agência Fotosite)

(Fotosite/Agência Fotosite)

(Fotosite/Agência Fotosite)

Um dos itens mais tradicionais do armário da nova-iorquina continua a ser usado por baixo do vestido, mas dessa vez as alças não precisam ser finas. A volta dos macacões também é uma ótima oportunidade para usar as camisas com um quê de novidade.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s