Preview: 41ª Casa de Criadores começa nesta segunda-feira

Alguns estilistas já revelaram à ELLE as suas inspirações para a temporada. Confira aqui um teaser do que será apresentado de hoje até o dia 12.5.

Alex Kazuo

Alex Kazuo

Uma bolsa da collab entre Alex Kazuo e Luca Mirandola, da Rivetto. (Alex Kazuo/Divulgação)

Nesta temporada, o designer segue investindo no estilo japonista 100% preto que caracteriza o seu trabalho. No entanto, uma novidade: a linha de bolsas em parceria com o designer Luca Mirandola, da Rivetto.

Caroline Funke (Projeto LAB)

Caroline Funke

Croqui da coleção Baile de Máscaras 2.0 de Caroline Funke. (Caroline Funke/Divulgação)

Uma interpretação menos óbvia do que se entende por um Baile de Máscaras vai dar as caras no desfile da designer. A ideia é aproveitar elementos dos trajes de gala para compor um visual contemporâneo.

Cemfreio

fitting #FogonaBabilonia Alameda Olga, 197 @casadecriadores – a partir das 20h ❤💛💚

A post shared by Cemfreio (@cemfreio) on

Uma das apresentações mais aguardadas do evento conta com a participação de ninguém menos que a drag queen Pabllo Vittar. Quanto à roupa, espere por peças mais alegres e coloridas do que o habitual P&B que domina as paletas da etiqueta. O nome da coleção não podia ser mais espirituoso: Fogo na Babilônia!

Leia mais: A Cemfreio representa uma nova forma de fazer moda no Brasil

Diego Fávaro

Diego Fávaro

A logomania é uma das características mais marcantes de Diego Fávaro. (Diego Fávaro/Divulgação)

Revisitando os momentos mais escuros de sua vida, o estilista compôs corajosamente a coleção S.O.S. Nela, Diego mistura símbolos de emergência e de pedido de ajuda com tecidos aconchegantes e utilitarismo.

Ellias Kaleb

Ellias Kaleb

O universo botânico é o que inspira o estilista Ellias Kaleb nesta temporada. (Ellias Kaleb/Divulgação)

Ellias é conhecido por incluir com naturalidade alguns elementos do guarda-roupa feminino em sua moda para meninos. Dessa vez, ele nos convida a seu jardim secreto que tem as flores como ponto de partida para a construção de sua coleção.

Felipe Fanaia

Cher

Para Felipe Fanaia, Cher é a maior influencer do mundo. Quem concorda? (Diane Freed/Getty Images)

Para Felipe Fanaia, Cher é a maior de todas as influencers. Já imaginou se ela decidisse fazer um desfile relembrando seus icônicos looks da década de 1990? Esta é a promessa fun do estilista para sua apresentação.

Fernando Cozendey

Fernando Cozendey

Retrato do estilista Fernando Cozendey que, performático, sempre aparece em sua própria passarela. (Fernando Cozendey/Divulgação)

Apesar de ser famoso por seu talento com a lycra, neste desfile, o foco está em outro material: o jeans (cheio de elastano, é claro). Em parceria com a Vicunha, o designer pretende explorar novos terrenos sem deixar de lado o seu DNA poderoso e exuberante.

Filipe Freire

Filipe Freire

Vestidos de correntes estão entre as apostas do designer de acessórios Filipe Freire na Casa de Criadores. (Filipe Freire/Divulgação)

Especialista em joias de vestir, o designer de acessórios intitulou sua coleção de Liberdade. Aqui, correntes deslizam pelos corpos dos modelos no intuito de se divertir com a noção de uma moda agênero.

Igor Dadona

Igor Dadona

Croquis que mostram a interpretação dramática de Igor Dadona à figura do palhaço. (Igor Dadona/Divulgação)

A série “Saltimbanques”, do fotógrafo francês Lucien Clergue, é a referência principal da apresentação do designer. Em seu primeiro desfile de 2017, ele também propõe uma discussão sobre nossas máscaras sociais por meio da figura do palhaço.

Isaac Silva

Isaac Silva

A inspiração em Magá Moura aparece nos materiais tipo “unicórnio” e no mood college girl da coleção. (Isaac Silva/Divulgação)

Mulheres negras empoderadas e estilosas estão sempre na mira do estilista que aposta em um casting repleto de diversidade e discurso militante em prol de causas sociais ligadas a minorias políticas. Agora, no lugar de Elza Soares, é a influencer Magá Moura que ganha o pedestal de diva inspiradora da temporada. Vale lembrar que algumas peças já estarão à venda no Freak Market, em estilo “see now, buy now”.

Karin Feller para DiGaspi

DiGaspi Karin Feller

Formas soltas e estampas botânicas fazem parte do repertório de Karin Feller para a DiGaspi nessa temporada. (DiGaspi/Divulgação)

Agora que é diretora criativa da DiGaspi, Karin Feller ousa em uma coleção 100% Made in Brasil: criação, tecido e fabricação. Não à toa, o tema gira em torno da nossa fauna e flora, principalmente da Mata Atlântica que se desenha sobre as peças de sua linha. Assim como Isaac, a DiGaspi também entra no sistema de venda imediata pós-desfile.

Neriage (Projeto LAB)

neriage

Campanha da Neriage, marca estreante na Casa de Criadores. (Neriage/Divulgação)

Esta é mais uma das estreantes da temporada. A marca nomeada com uma palavra japonesa que designa uma técnica específica de cerâmica ambiciona trazer alguns conceitos de Schopenhauer para sua passarela. A coleção Land001 pretende representar também os quatro elementos da natureza em roupas: ar, terra, água e fogo.

Ocksa

Ocksa

O contraste de texturas, formas largas e detalhes esportivos já são clássicos da Ocksa. (Ocksa/Divulgação)

A etiqueta jovem, mas consistente e elogiada, de Deisi Witz e Igor Bastos aposta na sabedoria popular: “por que mexer em time que está ganhando?” Seguindo a mesma estética de coleções anteriores, a dupla se uniu a OH Studio, especialista em lingerie, para compor algumas de suas peças.

Renata Buzzo (Projeto LAB)

Renata Buzzo

Riqueza de detalhes no segundo desfile de Renata Buzzo dentro do Projeto LAB. (Renata Buzzo/Divulgação)

Assim como Diego Fávaro, Renata Buzzo também encontra em suas fragilidades emocionais um gancho desenvolver a coleção She Feels. O nó é um elemento-chave das roupas da designer dessa vez que, apesar do pouco tempo de CdC, já impressiona por sua qualidade técnica e originalidade.

Leia mais: Novos nomes que estão transformando a moda vegana

Rocio Canvas (Projeto LAB)

Rocio Canvas

Argolas e tecidos leves se combinam nas peças da Rocio Canvas. (Rocio Canvas/Divulgação)

A marca curitibana Rocio Canvas estreia na Casa de Criadores sob a direção de seu fundador Diego Malicheski. Focado em trazer cada vez mais leveza para suas peças, o designer aposta em argolas além de tecidos leves como organza de seda.

Weider Silveiro

Weider Silveiro

Investindo no upcycling, Weider Silveiro coloca a cultura espanhola em sua passarela. (Weider Silveiro/Divulgação)

A Espanha é o país que povoou a mente do estilista nesta temporada. Entrando na onda do upcycling, o Weider garimpou o jeans dos anos 1990 e o trouxe retrabalhado para sua coleção.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s