Stella McCartney aperfeiçoou seu couro cruelty-free

Designer britânica apostou no couro para seus acessórios.

 

Diferente de boa parte das eco-marcas do mundo da moda, Stella McCartney, ao invés de substituir couro e pele por qualquer outro tecido do mercado, tenta criar versões próprias destes materiais, só que sustentáveis e livres de crueldade. Se no pre-fall 2015, ela inventou a sua impressionante pele fake (também conhecida como “fur-free fur”), no inverno 2017 chegou a hora de colocar o couro no prêt-à-porter também.

Claro que acessórios como a bolsa Falabella ou suas famosas flatforms já eram feitos de couro falso, no entanto, ele ainda não tinha qualidade suficiente para ser usado nas roupas de sua etiqueta. Agora, a estilista criou uma coleção quase que inteiramente dedicada a sua nova descoberta e espera que, com o passar do tempo, outras marcas de luxo adotem a mesma postura. Será que a moda é capaz de fazer essa virada?

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s