Um guia de marcas preocupadas com sustentabilidade para consultar sempre

Quando fizemos esta matéria, em que listamos sete marcas brasileiras preocupadas com sustentabilidade, não esperávamos uma resposta tão positiva! Percebemos que existe uma grande demanda por peças que fujam do fast fashion e que muitas pessoas não sabem onde encontrá-las. Por isso, resolvemos fazer uma espécie de guia, que será constantemente atualizado, para que você, que quer conhecer novas marcas e modos de produção, possa guardá-lo na lista de favoritos e consultar sempre!

Leia também: Iniciativas que mostram como o consumo de moda está mudando

Vale dizer que elas possuem preocupações diferentes e não necessariamente correspondem a uma produção 100% sustentável. No geral, são iniciativas que buscam fomentar a dicussão sobre cadeia produtiva, slow fashion, veganismo, reutilização de materiais, entre outras ações que colaboram para um consumo mais consciente. Destacamos aqui o Fashion Revolution, movimento global que, entre outras ações, organiza anualmente um dia de conscientização sobre quem produziu as roupas que estamos usando. Saiba mais aqui.

1. Honey Pie

A Honey Pie aposta em uma moda consciente em todas as suas etapas. Os tecidos usados pela marca são de fabricação nacional para fortalecer o mercado interno e a mão de obra é no próprio ateliê das designers, onde elas podem supervisionar as condições de trabalho. “Sabemos a procedência de tudo o que compramos e, consequentemente, a cliente da Honey Pie também saberá que está comprando um produto 100% nacional e feito com qualidade”, explica a estilista Alexandra Spallicci.

2. 787

No mesmo mood da Honey Pie, a 787 pensa em sustentabilidade em diversas partes do processo de criação de suas t-shirts. Os tecidos são de empresas brasileiras, as tintas usadas na estampa, à base de água e até os materiais do escritório de Daniela e Gabriela, as donas da marca, são reaproveitados.

GRL PWR – @laricunegundes

A post shared by Fashion Shirts (@787shirts) on

3. Molett

A Molett pensa em roupas atemporais. Ou seja, que durem por diversas estações e incentivem um consumo menos louco – o ‘slow clothing’, como eles chamam. Outro ponto é o da preocupação em não desperdiçar nenhum tecido em suas coleções. Aquela estampa bonita de uma linha pode voltar como bolso em outro momento, sempre trabalhando com a reutilização.

4. Ada

O nome vem como uma homenagem a Ada Augusta Byron King, a primeira pessoa a criar um algorítmo para ser processado para uma máquina. Com raiz vegana, o conceito da marca é simples: não agredir o planeta Terra.

5. A Fine Mess

A marca também tem sua produção toda dentro do território nacional, garantindo a valorização do mercado do país.

6. Crua

Os acessórios da Crua trabalham com a ressignificação de materiais, trazendo matérias-primas inusitadas ou reutilizadas em seus designs.

7. Another Land

A marca trabalha com tecidos ecológicos, seja a partir de garrafas pets ou de fibra natural.

8. Bordado Studio

Como o nome já diz, são peças bordadas à mão e opção de personalização. Eles também oferecem aulas de bordado.

9. Comas

Ela utiliza a técnica de “upcycling”, que nada mais é do que o processo pelo qual produtos descartados sãorecuperados, transformados e recolocados no mercado. No caso da Comas, são as camisas masculinas seu ponto de partida.

10. Cycleland

Toda coleção é limitada a poucas unidades, isso permite que o processo de criação e execução seja acompanhado de maneira mais próxima. O apoio ao uso de bicicleta também está no DNA da Cycle Land.

11. Boutique São Paulo

As peças são garimpadas e selecionadas de acordo com suas histórias. Há um processo de curadoria, higienização, embalagem e envio, feitos de maneira bastante pessoal. Além disso, é possível customizar camisetas com frases da sua escolha.

Made with love | Pede a sua camiseta bordada no site 〰 boutiquesaopaulo.com.br

A post shared by boutique são paulo (@boutiquesaopaulo) on

12. Gioconda

Uma marca de lingerie cuja fabricação não é em massa e a própria estilista leva os tecidos – de bicicleta – para a modelista, o cortador e a costureira, garantindo que toda a linha de produção esteja sob controle. Evitando o desperdício, ela reutiliza os retalhos para confeccionar saquinhos para as calcinhas.

NEWS! NEWS! NEWS! O site tá de cara nova com muuuita novidade lynda ❤️ corre lá: www.giocondaclothing.com.br

A post shared by GIOCONDA CLOTHING (@giocondaclothing) on

13. Flavia Aranha

Nome consolidado quando o assunto é moda ecológica, a estilista possui várias parcerias com artesão, comunidades e famílias que produzem sua matéria-prima. O design é limpo e suas peças são bem atemporais.

14. Nicole Bustamente

Ela adota a filosofia vegana em tudo o que faz e não é diferente em sua marca homônima. Uma de suas maiores preocupações é humanizar as etapas de confecção, firmando parcerias com empresas que estejam realmente comprometidas com os seus ideais. “Queremos utilizar materiais e técnicas de estamparia cada vez mais sustentáveis, melhorar nossas oficinas de trabalho e capacitar pessoas”, diz.

15. Par.ka

Também no conceito upcycle, a marca pega tecidos que já não estão mais em uso, em lojas de ponta de estoque.

16. Dre Magalhães

A Dre Magalhães faz acessórios com corda. Ainda que possa soar simples, o desafio da designer é grande, já que não é fácil transformar esse material em cintos, colares e até objetos de decoração desejáveis.

Pulseira Pina, de volta à Online Store. Corda com miolo 100% biodegradável e peças de acabamento hidráulico em cobre.

A post shared by Studio Drê Magalhães (@studiodremagalhaes) on

17. YesIam Jeans

Essa é a sua loja se você está em busca de calças jeans. São tecidos de alta qualidade com silhuetas clássicas e cartela de cor neutra, diminuindo a necessidade de produtos químicos nos processos de lavanderia. Os produtos são produzidos no Brasil, com mão de obra humanizada e qualificada.

18. Zerezes

Com a ideia de produzir moda com baixo impacto ambiental, a etiqueta, lançada em 2012, faz óculos de sol a partir de resíduos gerados no beneficiamento das madeiras redescobertas.

19. Lina Dellic

Uma das principais preocupações é a valorização da mulher na sociedade. A última campanha, por exemplo, foi toda feita por mulheres. No manifesto, elas também declaram: “abraçamos – agarramos e apertamos com toda as nossas forças – o movimento do slow fashion.”

– camisa satélite – www.linadellic.com.br

A post shared by LINA DELLIC (@linadellic) on

20. PP

Eles fazem peças usando couro, mas aquele couro que é descartado pela indústria calçadista. A ideia é fazer com quem não se crie a necessidade de produzir mais pele e que se diminua a quantidade de lixo tóxico para a natureza.

21. Insecta

A Insecta Shoes nasceu no comecinho de 2014 e é uma daquelas marcas que dá orgulho de ter no armário: vegana, sustentável, artesanal e cheia de produtos exclusivos. Três mulheres estão por trás da etiqueta de sapatos, que mesmo com pouco tempo de vida já está dando o que falar por transformar roupas antigas em produtos totalmente novos.

Reunião de lisos ✌️

A post shared by Insecta Shoes (@insectashoes) on

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Tem várias marcas sustentáveis cariocas que também fazem moda consciente bem legal. Tem a minha, a Ecool (instagram: @sejaecool) que trabalha com reaproveitamento de brinquedos e outros materiais que seriam descartados, tem a Think Blue com jeans e a Acorda com tecidos que seriam descartados ❤️

    Curtir