Vetements apresenta fotos das novas peças em estacionamento

Primeira coleção após sair do circuito de desfiles tem as criações mais comuns e repletas de ironia ate então.

“Nós não estamos vendendo um sonho fashion, estamos vendendo realidade”, declarou Guram Gvasalia ao WWD no começo de junho, quando a Vetements decidiu que não desfilaria suas próximas coleções. Guram, que é um dos porta-vozes da marca, continuou: “há desfiles demais. Eu acho que isso é um pouco insano. Quando existiam menos marcas, menos desfiles, menos semanas de moda e coleções, desfiles eram algo pelo qual as pessoas esperavam. Agora, parece que existe uma longa semana de moda que nunca para e dura 365 dias por ano. E a rotina acaba com o entusiasmo.”

(Demna Gvasalia/Divulgação)

Buscando uma nova e menos teatral maneira de exibir as peças (mas mesmo assim não menos impactante), o primeiro não-desfile da label francesa aconteceu em um estacionamento parisiense em forma de exibição. Grandes pôsteres mostram pessoas comuns usando a coleção, e as fotos foram clicadas pelo próprio Demna, em Zurique, na Suíça.

(Demna Gvasalia/Divulgação)

As imagens dos 57 looks não exploram a beleza tradicional, mas sim a arte das poses. “Quando uma pessoa posa, ela se apresenta de uma forma particular, muitas vezes com o objetivo de impressionar os outros”, conta a marca. Todas as estrelas do lookbook, incluindo as famílias felizes, estão posando para impressionar e para dizer algo novo para a moda. “Nesta temporada, a coleção é ainda mais sobre o produto. Ela é baseada em peças que achamos que são importantes no armário e não sentimos que elas parecem com roupas de alta-costura, que precisam estar em uma passarela. Demna tem diferentes visões para diferente coleções, e nesta temporada estamos experimentando”, continuou Guram durante sua declaração.

(Demna Gvasalia/Divulgação)

A escolha de Zurique para ser o cenário dos cliques também não é aleatória. A cidade tem ganhado cada vez mais comparações com Berlim, apesar da extrema diferença entre as cidades — a primeira reconhecida pela ordem e por ser repleta de bancos, a segunda por sua viva cena artística e festas que nunca terminam. Mas a parte oeste da capital Suíça tem ganhado atenção por seu burburinho em meio a prédios industriais. Vale lembrar que ela foi a casa do movimento Dadaísta em 1916, e a Vetements pode ter se apaixonado pela vibe da cidade comum que cansou de se comportar.

(Demna Gvasalia/Divulgação)

A coleção de Primavera e Verão de 2018 revisita as peças de arquivo, e fãs da marca podem reconhecer facilmente aquelas que foram transformadas e ficaram ainda mais irônicas e provocativas que as originais, como os vestidos de chá da coleção de 2016, agora com prints de pequenos emojis. As famosas calça-bota da marca reaparecem em seda dourada, e as camisas DHL retornam em forma de casacos, complementadas com um pacote de entrega como acessório. Assim como esperado, foi um dos mais impactantes momentos do circuito fashion de Paris.

(Demna Gvasalia/Divulgação)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s