City and Colour se apresenta com shows esgotados em São Paulo

Em entrevista exclusiva, o vocalista, Dallas Green, fala da sua relação com o palco

Transitando entre o folk e o hardcore, o músico canadense Dallas Green está há um bom tempo na estrada e desembarca hoje (11.03) em São Paulo para três apresentações no Cine Joia (os ingressos esgotaram para os dois primeiros dias em poucas horas) e uma no Rio, no Sacadura 154, dia 14 (para esta ainda há ingressos).

No início dos anos 2000, com a banda Alexisonfire, Dallas conquistou fãs atraídas por um som pesado e melódico. Ele apresenta pela primeira vez no País com o projeto City and Colour, que tem quatro discos lançados – o primeiro, Sometimes, completa 10 anos em 2015. Para as apresentações aqui, Dallas promete misturar canções novas e antigas, dependendo de seu humor na hora “nunca escrevo meu setlists até pouco antes do show, então não sei o que vai ter lá, mas garanto uma grande mix de músicas de todos os álbuns.”

Seu último disco, The Hurry and The Harm, lançado em 2013, parou no Top 20 da Billboard americana. Mistura de um indie folk com letras confessionais, Dallas está pronto para conhecer os fãs brasileiros, como conta em entrevista exclusiva:  

Como você está se sentindo em estar no Brasil? Você esperava que os ingressos acabassem em tão poucas hora?

Fiquei muito surpreso. Pediam shows aqui há muito tempo, então sabia que alguém ia aparecer, mas não imaginei que seriam tantas! Sempre me surpreendo quando shows vendem rápido assim. Acho que nunca vou me acostumar com isso.

Você tem diferentes projetos. Como você vê a evolução de seu trabalho de quando você tocava no Alexisonfire para o City and Colour?

Eles são tão diferentes que se torna fácil mantê-los separados. Quando estava tocando nas duas bandas ao mesmo tempo impactava meu trabalho porque impactava minha vida. O limiar entre eles era muito tênue. Não é saudável viver daquela maneira. Sinto saudades dos caras, mas ainda somos todos grandes amigos. Apenas não os vejo tanto. Não sinto saudades da minha rotina. 

Você ainda tem um projeto com a cantora Pink, o You+Me. Como foi trabalhar com ela?

Foi demais! Muito descomplicado. Apareci com uma guitarra na mão e algumas músicas que tinha começado no meu tempo de férias. Não tínhamos contado para ninguém o que estávamos fazendo, fora nossos assessores, então não tínhamos pressão nenhuma. Não fazíamos ideia de  como o resultado final ficaria, imagina então um disco inteiro. Nós sabíamos que mesmo que o resultado fosse ruim, pelo menos teríamos passado tempo entre amigos. Foi uma jam muito produtiva.

)

Você conhece bandas brasileiras?

Uma das minhas bandas “pesadas” favoritas é o Sepultura – amo eles.

Reza a lenda de que você não é fã de smartphones em shows.

Entendo totalmente que todo mundo tenha seus celulares o tempo todo e todo mundo tire fotos e publique elas online – até eu faço isso. Mas quando você olha para um público todas as noites e você está vendo um mar de luzinhas vermelhas das câmeras, você começa a pensar que todas aquelas pessoas ali estão perdendo o momento. Todo mundo está tão eufórico em pegar o celular e mostrar para os amigos que esquecem de viver aquilo lá como pessoas. Sempre tento pegar uma música no set e pedir para as pessoas guardarem os celulares para ter um momento na noite em que sejamos só nós. Acho que assim construimos nossas memórias.

City and Colour

São Paulo:

Cine Joia – 11 (esgotado), 12 (esgotado) e 13/3.

Rio de Janeiro:

Scandura 154 – 14/3.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s