Conheça a artista que inspirou o design da capa da ELLE de dezembro

A americana Barbara Kruger ficou famosa pelos trabalhos com frases feministas.

Usar o design e a comunicação de massa para falar de gênero e identidade. Essa é a principal característica do trabalho da artista contemporânea Barbara Kruger, sempre engajada politicamente em temas como consumismo, feminismo e luta de classes. Ela foi a grande referência para o desenho das quatro capas de dezembro de ELLE, que chegam esta sexta-feira às bancas com um manifesto assinado por seis das mais significativas frentes feministas do momento.

“Gosto do tipo de recurso gráfico que ela usa, que faz referência ao construtivismo russo e influenciou o design de muitos dos ícones culturais contemporâneos, como os logos da extinta revista britânica The Face, criado por Neville Brody, e o da grife Supreme”, afirma o diretor de arte da ELLE, Luciano Schmitz.

Nascida em 1945, em Nova Jersey, Barbara começou a carreira como designer de revistas, o que influenciaria diretamente seu trabalho como artista – os slogans em letras brancas impressas em fundo vermelho são sua principal marca registrada, dando destaque para algumas de suas frases mais conhecidas, como “I shop therefore I am” (compro logo existo) e “Your Body is a Battleground” (seu corpo é um campo de batalha).

A ironia é que ela usa justamente a estética editorial e de publicidade e para criticar o universo que esses meios acabam por estimular.

Barbara já assinou capas para revistas como a Newsweek, na década de 1990, e, mais recentemente, para a W, que fez uma edição sobre arte em 2010 estampando Kim Kardashian nua, coberta apenas pelas frases.  

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

“A ideia foi que as quatro capas tivessem essa cara de pôster, com esse impacto gráfico imediato, além de serem coesas entre si”, completa Schmitz. Além das capas, esta edição de ELLE conta com um ensaio de moda em que o recurso gráfico, utilizando as tarjas vermelhas, inspirado em Kruger, se repete.

Nicole Heiniger Nicole Heiniger

Nicole Heiniger (/)

Veja, a seguir, alguns dos trabalhos dela e obras de outros artistas que foram fonte para Barbara ou que foram pautados pelo seu trabalho.

Propaganda do russo Rodchenko (1924)

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Capa da The Face com Madonna (1995)

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Cartaz de exposição de Jenny Holzer (1994)

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Capa do disco Man-Machine (1978)

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Campanha da grife Supreme com Kate Moss (2012)

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Capa da Newsweek assinada por Kruger (1992)

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s