Gregorio Duvivier no cinema: os sucessos do ator antes de Porta dos Fundos

Um dos principais nomes do humor brasileiro hoje, o carioca atuou bastante no cinema antes de estourar na internet. Relembre seus principais filmes.

Gregorio Duvivier no cinema: os sucessos do ator antes de Porta dos Fundos

Gregorio Duvivier: ator e um dos criadores do programa de humor que ganhou a internet, ele também faz cinema e já rodou mais de 10 filmes. Foto: Rômulo Soares

Antes de ficar conhecido como um dos criadores do Porta dos Fundos, o canal de vídeos de humor de mais sucesso na internet nos últimos tempos, Gregorio Duvivier já acumulava participações no cinema. Foram mais de 10 filmes. Entre eles, as comédias “Apenas o Fim” e “Eu Não Tenho a Menor Ideia do Que Eu Tô Fazendo Com a Minha Vida”, no qual contracena com Clarice Falcão, sua namorada fora das telas. Relembre seus principais personagens.

 

Apenas o Fim (2008): A comédia romântica foi uma das grandes surpresas de 2008 e revelou não só seu diretor, Matheus Souza, como também Gregorio Duvivier. O ator interpretou Antônio, par romântico da personagem vivida por Érika Mader. Durante todo o filme, os dois discutem a relação com diálogos espertos e cheios de referência à cultura pop dos anos 90. 

 

Eu Não Faço a Menor Ideia do Que Eu Tô Fazendo Com a Minha Vida (2012): Mais um filme de Matheus Souza, no qual o ator contracena com Clarice Falcão, sua namorada fora das telas (e também nas telas, em alguns esquetes de Porta dos Fundos). Gregorio faz uma breve participação, como Marcos, tio de Clara, a personagem vivida por Clarice.

 

O Homem do Futuro (2011): O longa tem Wagner Moura como protagonista e conta com outra breve, mas destacável, aparição de Gregorio Duvivier. Ele é uma das primeiras pessoas com quem Zero, o personagem de Moura, encontra após fazer uma viagem no tempo e desembarcar em 1991.

 

Giovanni Improtta (2013):  Giovanni Improtta foi um personagem vivido pelo ator José Wilker na novela “Senhora do Destino”. E a atuação fez tanto sucesso que Wilker resolveu continuar a história do bicheiro nos cinemas, neste filme homônimo. Gregorio está no elenco e vive um jornalista atrapalhado que tenta, sem muito sucesso, passar a perna em Improtta.

 

5x Favela, Agora por Nós Mesmos (2010): São cinco curtas, cada um dirigido por um jovem cineasta morador de favela no Rio de Janeiro. Em uma das histórias, Gregorio é Edu, estudante de classe média que acaba iniciando um de seus colegas, Maicon, no tráfico de drogas. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s