Michelle Obama fala sobre assédios e silêncio masculino

Vale a pena conferir seu discurso sobre a importância de referências masculinas positivas para mulheres e meninas.

Michelle Obama fez um pedido especial em frente a um auditório de 2.800 pessoas em Hartford, Connecticut, na quinta-feira. “Se queremos que mulheres jovens sejam fortes e tenham voz, e falem por elas mesmas, então temos que perceber quanto trabalho ainda temos para fazer“, começou seu discurso, de acordo com a revista People. Seus apelos têm relação com as recentes denúncias que envolvem homens poderosos das artes e da mídia, como o caso de Harvey Weinstein.

De acordo com ela, parte essencial dessa transformação é o papel masculino na sociedade: “e eu estou falando para os homens, que não podem ser observadores inocentes e complacentes com o que está acontecendo.”

Não consigo deixar claro o quão doente fico com isso“, continuou Michelle. “Quanto mais eu vejo verdades sendo descobertas, verdades que todas mulheres já sabiam, vejo que existe muita coisa feia aí fora.

Ela deu um exemplo da própria vida para descrever a importância da presença de homens que tratam mulheres bem na vida de uma garota. “Eu tenho muitas mensagens positivas ao meu redor, e como uma garota jovem, tive homens fortes em minha vida que nunca me abusaram, emocionalmente ou fisicamente“, citou o Hartford Courant sobre sua fala. “Eu senti o genuíno e real amor dos homens no qual eu podia confiar, do meu pai ao meu avô ao meu tataravô e assim por diante.”

Ela lembrou, é claro, que esse crescimento não deveria ser uma exceção: “eu não deveria nem precisar mencionar isso, mas vivemos em um mundo no qual garotas jovens estão literalmente em perigo, seja com o que um homem tem para dizer para nós, como ele nos olha, quando uma oportunidade é tirada de nós ou quando nos passam para trás. É uma triste e comum existência para mulheres e garotas neste mundo. Eu fui uma das sortudas. Eu sou o resultado de quando uma garota é amada e nutrida.”

Ela ainda repetiu um pedido feito no mês anterior, para que quem estivesse presente praticasse bons hábitos nas mídias sociais e tratassem os outros bem. “Foque no que você pode controlar. Seja uma pessoa boa todos os dias. Vote. Leia. Trate os outros bem. Não tuíte coisas ruins.”

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s