Ryan Gosling conta à ELLE sobre se tornar diretor com Lost River

Ele realizou um sonho. Ryan Gosling, o galã de Hollywood, marido de Eva Mendes e pai de Esmeralda, aquele que fez o mundo enlouquecer com os filmes Drive (2011) e O Lugar Onde Tudo Termina (2012), concluiu seu primeiro trabalho como diretor, Lost River (ainda sem data de estreia no Brasil). Gravado nos escombros de Detroit, o longa tem como personagem principal Billy, uma mãe solteira, interpretada por Christina Hendricks (a secretária ruiva de Mad Men). A personagem é capturada para um universo macabro, enquanto seu filho descobre uma passagem secreta para uma cidade submersa. Uma fantasia noir, que contraria a imagem do menino loiro criado na escola Disney e cultivada até então pelos fãs de Gosling. A seguir, uma entrevista exclusiva como ator. 

Por que você decidiu dirigir? 
Quando era adolescente, tinha um ídolo, David Cronenberg. Seus filmes sombrios mexiam comigo. David Lynch também me marcou, assim como meu amigo Nicolas Winding Refn (de Drive). Sempre invejei diretores. Achava que eram mágicos.Agora, me dou conta de que são, na realidade, trabalhadores. E trabalho não me dá medo. 

Por que escolheu Detroit como locação?
Porque é a capital da gravadora Motown, do tecno e da indústria automobilística, hoje falida. Os muros desmoronaram e, no meio dos vestígios, você encontra objetos, como uma escada. O que restou da cidade torna qualquer canto um cenário perfeito. 

De onde vem a ideia da cidadesubmersa?
Cresci no Canadá, em uma região de lagos. Nos anos 1950, a construção de uma barragem fez com que muitas cidades desaparecessem. Um dia, ainda criança, percebi que uma estrada por onde caminhava terminava na água. Minha mãe então me contou a história do alagamento, do cemitério da vila, de alguns corpos que não foram reivindicados e acabaram sendo cobertos também. Tudo isso estimulou muito a minha imaginação. 

Quer mais? Leia a entrevista na íntegra na ELLE de junho/2015!

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s