Zeh Pretim será um dos DJs do ELLE Fashion Preview

Dono de uma das festas mais concorridas do Rio de Janeiro, o Baile do Zeh Pretim, o DJ Zeh Pretim vai abrir a noite do ELLE Fashion Preview. Ele toca no início do evento – marcado para acontecer no próximo dia 14 de outubro, na pista do Aeroporto Santos Dumont, no Rio – e assim faz companhia para o DJ Zé Pedro, que irá comandar a trilha do desfile, para a banda Belle & Sebastian, esperada para o pós-desfile com um DJ set especial, e para a cantora Anitta, responsável pelo big show da vez.

Há quatro anos na cena musical carioca, Zeh Pretim conquistou seu espaço com um set list focado em gêneros como rock, hip hop, indie rock e música brasileira. Quando entra em cena, sempre leva junto batidas de Stevie Wonder, Michael Jackson e The Jackson 5, suas principais referências musicais, com as quais teve contato ainda na infância. “Quando tinha seis ou sete anos, meu pai me deu alguns vinis deles e isso acabou me marcando. São sons que sempre voltam para mim”, conta Zeh, cujo nome de batismo é Paulo de Castro (o apelido foi criado por ele mesmo, como codinome usado em um programa de bate-papo na internet).

A essa base, ele vai unindo ainda sons de Tim Maia, da new disco, do groove e até um eletrônico suave, dependendo da ocasião. “Sempre penso meu set antes, levando em consideração o público e o tipo de festa. Mas, chegando lá, é fundamental estar atento à reação da pista e fazer ajustes quando necessário”, afirma.

Para a noite do ELLE Fashion Preview, está preparando algo para acompanhar, segundo diz, as reações de surpresa que o público terá ao perceber estar de fato em um desfile de moda dentro de um aeroporto. “O ineditismo do lugar já vai contribuir para uma animação natural. Minha função é fazer com que isso se mantenha”, completa. Zeh Pretim não adianta, no entanto, as canções – apenas declara que irá compor a playlist com muitas novidades. “O legal de discotecar para uma turma fashionista é poder apresentar bandas e músicas, já que eles são ligados nas tendências, estão abertos e buscando coisas novas”. Ele avisa ainda que não deixará hits antigos de fora. “Música está diretamente ligada a emoções e lembranças. Então, os clássicos que fazem parte da história das pessoas não podem faltar”, garante.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s