Selena Gomez fala sobre saúde mental e geração millennial

"O grande desafio é separar o que você vê em seu celular do que é sua vida", declarou a estrela que é capa da edição impressa do Business of Fashion.

“O grande desafio da geração millennial é separar o que você vê em seu celular do que é sua vida”, conta Selena Gomez ao Business of Fashion. Com 25 anos, 126 milhões de seguidores no Instagram e uma prolífica carreira de atriz e cantora, ela é uma das capas da edição Generation Next do Business of Fashion, que inclui Adwoa Aboah, Lily-Rose Depp e Kris Wu. “Nós temos uma voz e uma plataforma. Existe mais liberdade de expressão, não só através das mídias sociais, mas também através da moda. Eu espero que nós sejamos a geração que fale mais sobre os sentimentos”, continua ela durante a entrevista.

A abertura emocional foi um dos pontos mais importantes da trajetória de Selena. Tudo começou com a música “The Heart Wants What It Wants”, na qual ela fala em tom confessional sobre a dor do término com Justin Bieber. Durante o American Music Awards de 2016, sua primeira aparição pública depois de cancelar sua tour mundial e se internar em uma clínica psiquiátrica para cuidar da ansiedade, ela também se abriu na frente da plateia e do mundo com um discurso que mudou sua imagem.

Leia mais: Alicia Keys: “Ame ou odeie, essa sou eu, e eu não me importo”

Introducing the 5th annual #BoF500 print edition 'Generation Next' featuring Selena Gomez, Adwoa Aboah, Lily-Rose Depp and Kris Wu on the cover. This issue focuses on Millennial and Gen-Z consumers, Generation Next, as we are calling them. Who are they and how to reach them? Each of our cover stars has that special something that makes them irresistible to Generation Next. And each has built long-term partnerships with major global fashion brands aiming to connect with the enormous communities of young people these influencers have attracted on social media platforms. Learn more about our latest print edition now on businessoffashion.com [Link in bio] To get your copy: Subscribe now to an annual #BoFProfessional membership to receive the issue first, or pre-order your copy directly on shop.businessoffashion.com The BoF 500 2017 is brought to you in partnership with Target. 📷: @petrafcollins

A post shared by The Business of Fashion (@bof) on

“Eu acho que posso dizer que muitos de vocês sabem muito sobre minha vida, e eu gostando ou não, tive que parar. Porque eu tinha tudo, e estava completamente quebrada por dentro. Eu não quero ver seus corpos no Instagram. Eu quero ver o que está aqui”, continuou Selena, com a mão no coração. “Não estou tentando ganhar validação, e nem preciso mais disso. Mas se você estiver quebrado, você não tem que continuar assim. E quer você me respeite ou não, essa é a única coisa que tem que saber sobre mim: eu me importo com as pessoas”, declarou ela.

Leia mais: “Você vale mais do que um like no Instagram”, diz Selena Gomez

Apesar dessa abertura com as dores da vida e a postura mais genuína no Instagram contribuírem com sua carreira, a iniciativa foi um tiro no escuro, levando em conta que, até recentemente, outras celebridades evitavam ao máximo mostrar suas vulnerabilidades para a o mundo. É só lembrar de Britney Spears e Marilyn Monroe, por exemplo, que faziam parte de um sonho de vida perfeita que não existe para ninguém. Não é à toa que Adwoa Aboah também está entre as capas desta edição do impresso: ela também falou abertamente sobre saúde mental durante toda sua trajetória como modelo.

I'm not surprised, I sympathize.

A post shared by Selena Gomez (@selenagomez) on

Selena explica como se cuidar em tempos como os de hoje: “primeiro é preciso se educar, depois, se comunicar com alguém que você respeita. Eu perguntei a professores, coachs, empresários, pessoas que eu respeitava pela vida que levavam. Você é muito influenciado por quem está ao seu redor. Se você estiver com pessoas que pensam que essas coisas são estúpidas, talvez tenha que reavaliar essas companhias. É uma jornada solitária perceber de onde tudo isso vem, e sair dessa.” Ela finaliza com um passo a passo quem tem sido o caminho de muitas pessoas: “é preciso balancear o poder de dizer não e ter auto cuidado. Eu tenho que tomar cuidado de mim mesma e não me sentir culpada por isso. Terapia, fé, trabalho duro, doçura. É isso.

Newsletter Conteúdo exclusivo para você

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s