A Dior apresentou vestidos inéditos em Xangai

Destaque para a peça de tule plissada, que levou 1000 horas para ficar pronta.

A Dior reapresentou seu desfile de alta-costura no último fim de semana em Xangai, e aproveitou a ocasião para mostrar alguns modelos inéditos. Entre eles estava uma reinterpretação de um leque de 1955, criado pelo próprio Christian Dior. Nas mãos da estilista Maria Grazia Chiuri, a peça virou um vestido longo todo plissado. O detalhe mais impressionante é o bordado com o nome da maison, que estava também marcado no leque original.

Leia mais: O que dizem as tatuagens do desfile da alta-costura da Dior?

Vestido Dior alta-costura

 (Sophie Carre/Reprodução)

O design levou mais de mil horas para ser completado e demandou o trabalho de dois ateliês, o Vermont e o Lognon. E se você adora assistir imagens de savoir-faire, vai ficar encantada com o vídeo abaixo:

No mesmo desfile, a designer ainda mostrou outros vestidos inspirados nos arquivos da casa francesa, e encantou a audiência com todos os plissados no tule.

Vestido Dior alta-costura

 (Sophie Carre/Reprodução)

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s