A nova cara do jeans depois de Gucci, Vetements e Alexander Wang

Segundo Vivian Whiteman, nossa editora de reportagem de moda, essas são as três grifes responsáveis por fazer o denim brilhar mais uma vez. Descubra nesta coluna dela como o trio foi capaz de fazer isso!

O jeans, logo ele, que surgiu como roupa de trabalho, mais precisamente para vestir trabalhadores braçais que precisavam de uniformes resistentes, chegou ao mainstream do luxo. Não é a primeira vez que ele alcança esse mercado, mas a onda agora está sendo chamada de haute denim ou denim couture. E se os fashionistas estão se esforçando para encontrar novos rótulos para essa macrotendência é porque, de fato, há algo novo em curso. Para resolver essa equação, basta observar a grande tríade da imagem de moda do momento: Gucci, Alexander Wang e Vetements (levando a Balenciaga de carona).

Com exceção da Gucci, não falamos das grifes mais poderosas, campeãs de vendas, nem das mais tradicionais. Porém, todas as outras grandes marcas têm, de alguma forma, recebido o impacto das criações visuais dessa turma. São três designers jovens e com ideias que mudaram o cenário da moda nos últimos anos: Alessandro Michele, Wang e Demna Gvasalia. Cada um deles recriou uma vertente do espírito do denim. Alessandro é nostálgico de certo mood “paz e amor”. Tem um diálogo com o sonho hippie, que protestava contra a guerra e pregava a vibe do “all you need is love”.

Os jeans dessa galera não podiam ser lisos, eram decorados à mão com retalhos, patches, aplicações de flores e outras fofuras. A Gucci adicionou a isso um aconchego, como se a vovó riponga, que hoje vive entre gatos e cachorros, bordasse suas memórias já um pouco confusas nas jaquetas, com flower power, borboletas e buldogues franceses. De vez em quando, também borda uma cobra, e os netos se perguntam se ela teve uma fase beatnik ou meio bruxa. Mas no fundo é um jeans comportadinho.

A Vetements é um fenômeno como há muito não se via. Está rendendo todas as grandes maisons a detalhes de sua estética estranha e crua

O Wang squad e seus looks rasgados e com street smart são a herança dos movimentos jovens de imagem mais afrontosa. Punks, grunges, clubbers, jovens que curtem a noite e “dão trabalho” para a família. A lembrança mais forte é dos anos 1990, mas as conexões com tribos, especialmente com certo link musical, vêm de longe. Rebeldes de butique (ou não) e hedonistas cool se reconhecem aqui.

Por fim, a atual cereja rebelde da moda e suas calças jeans que custam mais de mil euros cada uma. A Vetements é um fenômeno como há muito não se via. Está rendendo todas as grandes maisons a detalhes de sua estética estranha e crua, que mistura elementos do streetwear popular e proletário da Europa Oriental dos anos 1980 e 1990, imagens brutas, que vão fundo no registro outsider, e tecidos e técnicas de altíssimo luxo.

Leia mais: O look 100% jeans vai do visual despojado ao mais elegante

O denim vale ser olhado de perto. Os dois hits são uma calça feita com duas, como se as partes fossem rasgadas e depois unidas, e outra com bolsos e cós deslocados. É uma roupa caríssima, feita para lembrar looks de pessoas sem grana nenhuma. Interessante ver a it-girl russa Miroslava Duma vestindo o look com propriedade fashionista: moça riquíssima de calças remendadas, camiseta “promocional” da Coca-Cola, casaco e acessórios clássicos e grifados.

A Vetements faz lembrar (nesse caso não tanto na imagem, mas no conceito) os japonistas e seu pauperismo. Que consigam fazer isso sem o drama japonês, usando uma simples calça jeans com moletom, é realmente icônico. Dizem que, quando a moda muda seus clássicos de base, novos grandes desejos estão se formando no mundo. Follow the money ensina a regra – mas só o dinheiro com cérebro dita a experiência. Gvasalia, no momento, é nossa melhor pista para essa intrigante caça ao tesouro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s