As 5 regras de estilo mais bizarras da família real britânica

Você sabia que não é permitido usar sandálias plataforma na frente da Rainha?

Qualquer notícia sobre a família real britânica já nos deixa supercuriosos para saber um pouco mais desse universo que às vezes nos parece tão distante. E parte desse distanciamento acontece porque, diferente de nós, meros mortais, os integrantes da realeza precisam seguir diversas regras de estilo e de etiqueta. Por isso, nós listamos as cinco mais curiosas abaixo:

Sem cores fortes nas unhas

kate middleton

 (WPA Pool/Getty Images)

Você já reparou que as mulheres da Família Real não usam esmaltes fortes? Todas as fotos de eventos reais de Kate Middleton nunca mostram as unhas da duquesa com tons de vermelho ou cores mais escuras. Nenhum membro da realeza confirmou essa regra de estilo, mas o site da marca de esmaltes Essie publicou que o cabeleireiro da rainha Elizabeth enviou uma carta em 1989 para a label pedindo a cor clara Ballet Slipers, dizendo que “era a única que ela usa.”

Nem todas podem usar tiaras

kate_middlton_tiara_casamento

 (Fiona Hanson/Getty Images)

As tiaras são sempre um sucesso quando usadas por Kate em eventos formais, mas nem todas podem optar pelo acessório. Tradicionalmente, elas são escolhidas pelas mulheres pela primeira vez em seus casamentos e só depois de casadas elas podem usar a peça novamente. A razão para isso, segundo o especialista em etiqueta, Grant Harrold, para a BBC, é por conta de uma questão histórica. “Antigamente, para as moças casadas era um status de que elas estavam comprometidas e para os homens um sinal claro de que eles não poderiam flertar com elas.”

A rainha usa cores fortes 

rainha_elizabeth

 (Chris Jackson/Getty Images)

Você já deve ter notado que a rainha Elizabeth sempre veste cores chamativas em suas aparições públicas. Na verdade, a escolha de tons fortes nas roupas da majestade é para que todos consigam enxergá-la em eventos reais e em multidões.

Nada de decotes

princesa_diana

 (Hulton Archive/Getty Images)

Decotes não são muito bem-vindos na família real e prova disso é o truque que a princesa Diana usava para sair do carro quando apostava em golas mais abertas: ela sempre cobria o busto com uma clutch! Segundo Anya Hindmarch, designer das bolsas de Lady Di, para o The Telegraph, o item tinha uma segunda função. “Nós costumávamos rir quando estávamos criando alguma peça porque ela as chamava de ‘bolsas decote’.

Sandálias plataforma 

kate_middleton

 (Danny Lawson/Getty Images)

Apesar de Kate já ter sido clicada várias vezes com uma sandália plataforma, nós nunca vimos a duquesa vestir a peça na frente da rainha. Segundo a Vanity Fair, uma fonte da Família Real disse que a majestade simplesmente não gosta desse tipo de salto.

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

  1. As regras são estabelecidas pela rainha, que apesar de ser mulher estar no tronos há anos, nunca contribuiu para algum empoderamento feminino, ao contrário. Regras bobas de uma família que apesar do grande status, não governa e tem apenas um valor simbólico para aqueles ingleses viciados em tabloides e obcecados por ”contos de fadas” e alguns setores mais conservadores, fanáticos religiosos e racistas do país. Regras que em boa parte só teria alguma relevância p/ quem exercer a função oficial de chefe de estado e só, não para os agregados. Mesmo assim tem outras monarquias na Europa em que os próprios chefes de estado, reis/rainhas não seguem tantas regras bobas e retrógradas como essas da monarquia britânica, os ”kardashians da realeza”.

    Curtir