Cinco modelos que estão balançando a indústria da moda

Com todas as discussões de 2015 sobre gênero, cor e tamanhos, estas meninas estão tentando fazer a diferença. Cada vez mais as marcas se preocupam com sustentabilidade e em não fazer campanhas que discriminam ou estereotipam. E com modelos não poderia ser diferente. Veja quem são as cinco tops que estão fazendo a indústria da moda se reinventar.

Winnie Harlow

A modelo foi uma participante de America’s Next Top Model, já estrelou em uma campanha da Diesel e agora está no mais novo projeto secreto de Beyoncé, mesmo com o vitiligo. Apesar de já ter sofrido bullying em sua vida, hoje ela lida bem com a doença: “Tem gente que tem a pele negra e tem gente que tem a pele branca. Eu simplesmente tenho as duas”.

Valentijn de Hingh

A holandesa já desfilou para marcas como Mansion Martin Margiela e Comme des Garçons e acabou de estrelar a campanha da & Other Stories em que apenas pessoas transexuais trabalharam. Além da carreira de modelo, Valentijn também é escritora, dj e performista. E ela até já deu uma palestra para o TED sobre mulheres transexuais.

View this post on Instagram

Looking pierced and twelve years old

A post shared by Valentijn De Hingh (@valentijndehingh) on

Jillian Mercado

Jillian é blogueira, modelo e anda em uma cadeira de rodas. Apesar de viver com distrofia muscular, ela tem um contrato com a IMG Models, a mesma agência de Kate Moss. Para ela, a moda não é nada diversificada e, em entrevista para Dazed, ela afirmou: “estou aqui para ficar e não sairei até que mudanças sejam feitas”.

Tess Holliday

Tess tem 1,65 e usa tamanho 54. Ela fez história no começo deste ano a ser a primeira menina com essas proporções a assinar com uma grande agência de modelos, a MiLK Model Management, em Londres. Para o Buzzfeed, ela se descreveu como ativista de aceitação do corpo e explicou: “é muito simples, é sobre amar o seu corpo independente do tamanho e seguir os seus sonhos”.

Nykhor Paul

Nykhor já foi o rosto da Louis Vuitton e recentemente desabafou sobre a falta de preparo de maquiadores para pessoas negras. Desde então, uma discussão sobre o racismo no mundo da moda foi levantada e diversas marcas lançaram base para todos os tons de pele.

View this post on Instagram

The truth will set you free as long as you are speaking from a place of love. A love for all things life because in God eyes we are just little ants in his garden. Read between the illusions in this world and open your eyes, I choose to be aware, presence, conscious, vocal and alive to face all that comes into my journey with love. From my ancestors village to the world I've come a very long way to stop being true to who I am. I am a child of Africa, I am a child of God. Have a blessed Wednesday world💜 #RefugeeGirl #SouthSudan #WeAreNilotic #peaceforsouthsudan #Modellife #NiloticQueen #NiloticGirl #BlueBlackGirls #BlackModelsRock #BlueBlack #BlackBird #Africangirlsrock #WalkingArt #BeautyandPeace #Akobogirl #onepeople #onetribe #OneAfrica #OneWorld #ILOVEAFRICA

A post shared by Nykhor-Nyakueinyang Paul 🇸🇸🇺🇸 (@nykhor) on

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s