Como a questão do tempo influenciou este São Paulo Fashion Week

Sem estação definida, o evento e as marcas se adaptam ao see now, buy now e a um modelo que converse com a nova geração.

A questão do tempo esteve presente em todo o São Paulo Fashion Week e não apenas dentro das passarelas. Isso porque, apesar de vários estilistas terem feito coleções em que ela era a protagonista, havia no ar uma clara preocupação com o timing da moda.

Isabela Capeto foi uma das que abordou essa relação em seu desfile. Inspirada em Alice no País das Maravilhas, ela explicou que, assim como a personagem, está sempre correndo contra o relógio. Não é para menos, há um detalhado trabalho manual por trás de suas roupas e, dentro de poucos meses, ela terá que conceber uma linha totalmente nova, para apresentar no Rio Moda Rio.

Leia também: Os desfiles estão passando por uma revolução e isso pode mudar o modo como consumimos moda

A verdade é que essa pressa constante é um forte sintoma da geração atual que, como já sabemos, tem agido sobre a cadeia de produção como um todo. A velocidade do desejo, que aumentou graças à influência das redes sociais nessa parcela da população, culminou nesse fenômeno conhecido como “see now, buy now”. Nos backstages, todos os jornalistas queriam saber: “Você já se adaptou a ele?”. Por incrível que pareça, a maioria assinalou que sim e que procuravam encontrar a melhor forma de ter suas peças à venda em poucas semanas ou meses. A Ellus Second Floor, por exemplo, montou uma pop up store no Shopping Iguatemi já na quinta-feira, um dia depois de seu show.

O próprio São Paulo Fashion Week, que pela primeira vez eliminou o nome Verão para substituí-lo simplesmente pelo número da edição (N41), indicando que as marcas poderiam apresentar a coleção que desejassem, mostra essa vontade de mudança e adaptação a um novo momento.

Apesar de não ter declaradamente o tempo como referência, a estreia da À La Garçonne também flerta com esse debate. A etiqueta de Fábio Souza e Alexandre Herchcovitch provou que está afinadíssima com a discussão e deixou claro que de retrô, apenas a matéria-prima. O conceito, por sua vez, é superatual.

Agência Fotosite Agência Fotosite

Reaproveitar tecidos, dar vida nova a itens garimpados ao redor do mundo e utilizar materiais inusitados, ou considerados inúteis pela indústria (como câmara de pneus), para criar modelos totalmente novos tem muito a ver com o nosso tempo. A sustentabilidade nunca esteve tão em pauta e a ideologia das marcas é parte cada vez mais importante para esse público jovem na hora da compra.

Marcas mais tradicionais, como a Iódice, incluíram modelagens largas e esportivas, que traduziam essa vontade de se encontrar com os tais dos millennials. Chinelos com meias, muitas jaquetas confortáveis e com toques divertidos, além da estreia de uma etiqueta que já nasceu nessa era, a Cotton Project, com suas peças moderninhas, são outros sinais.

Agência Fotosite Agência Fotosite

Seja com Paula Raia, que interpreta o tempo de forma leve, em seus vestidos cheios de camadas, mas simultaneamente delicados, Isabela Capeto lidando com a pressão de uma vida corrida ou a À La Garçonne injetando frescor com uma ideia bastante contemporânea, o SPFW N41 ficou marcado pelo desejo de se adaptar às exigências de um novo consumidor e sua gana por transformações na moda.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s