Conheça a modelo brasileira em quem Karl Lagerfeld pensa quando cria para a Chanel

Desconhecida do público brasileiro, a paulista ingressou na moda em Barcelona. “Trabalhei bem pouco no Brasil e depois entrei em um ritmo frenético de viagens pelo exterior”, conta a modelo, que decidiu se instalar em Paris por causa de um grande amor. “O começo foi difícil porque, de todos os países, a França era onde eu menos trabalhava. Mas, quando estava quase desistindo, tudo mudou!”, lembra Amanda, que em 2001 foi contratada como modelo de prova da Chanel. “Fui para um casting e nunca mais saí.”

#waitingfortheboss

A post shared by Amanda Sanchez (@amandasanchez) on

Sem deslumbres em relação ao glamour que a grife representa, ela acredita que o bom humor é uma das garantias de sucesso entre as modelos brasileiras. “Vejo muitas meninas de todos os lugares do mundo passarem pela marca, mas nós temos uma alegria muito grande e isso é transmitido no cotidiano. Não reclamamos, e estamos sempre sorridentes. Temperamos o ambiente”, diz, brincando. O fator corpo também assegura seu lugar cativo na maison há tantos anos. “O Karl sempre fala que, quando desenha um croqui, já o idealiza em meu corpo. Mesmo que os desfiles tenham outras meninas, ele gosta de ver as roupas em mim antes.”

Com tanto tempo de convivência diária em uma das maiores fábricas de sonhos do mundo da moda, Amanda se tornou expert no universo: entende tudo de acabamentos, costuras, modelagens. “Acabei me tornando uma pessoa muito chata para comprar roupa”, admite. “Quando bato o olho em uma peça, já sei o que falta, o que foi cortado errado e o que tem que mudar. Aprendi a não querer apenas estilo mas também qualidade.”

#hautecouture #fittings #tb

A post shared by Amanda Sanchez (@amandasanchez) on

Aos 34 anos, ela adora seu papel de mãe e não trocaria sua carreira pela de Gisele Bündchen por nada nesse mundo. “Gosto da vida que criei por meio da Chanel. Tenho a minha casa, uma rotina, tempo para levar meu filho à escola e uma renda completamente estável, o que não é muito comum na carreira de modelo.” 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s