Conheça Nátaly Neri, a youtuber que mostra que engajamento e moda têm tudo a ver

Nátaly Neri poderia ser sua amiga. Ela tem 22 anos, cursa Ciências Sociais na Unifesp, em São Paulo, e tem interesses como moda e beleza. A diferença? Em um ano de canal no Youtube, ela já foi reconhecida pela plataforma como uma digital influencer, gravou um vídeo com Jout Jout e foi uma das convidadas da GNT para um painel no evento Teia, que discute questões como coletividade e empatia, ao lado de nomes como Ju Faria, do Think Olga e Babi Souza, do Vamos Juntas?

O nome por trás do canal Afros e Afins, que trata de temas que vão de beleza negra até empoderamento, já possui quase 84 mil inscritos no Youtube, mas continua não acreditando no sucesso: “Eu não vejo a proporção do que isso significa, ainda estou sentindo aos poucos. Não caiu a ficha”. Mesmo assim, isso não a impede de listar as suas maiores conquistas até hoje: “Conseguir chegar aos espaços em que a minha fala geralmente não chega é a maior realização neste um ano de canal. Outra coisa incrível também é ver a resposta que estou tendo das pessoas próximas de mim, as mulheres negras. É ver que, de alguma forma, o meu trabalho está influenciando positivamente”.

as parede suja elas são lindas

A post shared by Nátaly Neri (@natalyneri) on

Como qualquer millenial, Nátaly cresceu consumindo avidamente o Youtube e, por isso, conseguiu perceber que temas que a interessavam não estavam em destaque no site. “Eu pensava ‘alguém deveria falar disso, fazer um vídeo sobre aquilo’. Depois de perceber que ela mesma poderia entrar nesse mundo, passou a planejar o canal com muito cuidade e pesquisa até que o Afro e Afins ficasse com a cara que tem hoje. “Fiquei com medo de acabar me ludibriando, falar muito sobre beleza, por ser mais confortável. Afinal, é desconfortável falar sobre alguns temas. Preciso garantir que eu fique na minha espinha dorsal, que é falar sobre mulheres negras, empoderamento e feminismo. A minha maior motivação para criar o canal foi fazer com que pessoas ouçam o que eu não ouvi”.

A minha maior motivação para criar o canal foi fazer com que pessoas ouçam o que eu não ouvi

Além de participar do painel da GNT, outro ponto alto do último ano da estudante foi ser convidada pelo próprio Youtube para gravar um vídeo com ninguém menos do que Jout Jout. Mesmo que o convite pareça irrecusável à primeira vista, Nátaly não aceitou de primeira. “Quando chegou o convite do Youtube, imaginei que poderia não ser tão bom para o meu público fazer um vídeo com ela, sobre o tema que foi inicialmente proposto”, relembra. “Fiquei muito ansiosa e angustiada porque não queria escolher entre a visibilidade ou continuar caminhando no que eu acreditava. Mas, então, discutindo de maneira centrada, a gente chegou a um acordo do que seria legal e importante falar, respeitando o público dela e o meu”.

E sobre o futuro? Não falta otimismo para Nátaly, não apenas sobre os seus planos pessoais, mas também sobre meninas mais novas: “Eu acho que a gente pegou o momento perfeito da internet, discutir assuntos que não chegavam às pessoas mais jovens. O feminismo está em cada respirar destas meninas online. Nossa geração ainda está aos trancos, mas nossas filhas serão maravilhosas”.

Conheça

Gostou de Nátaly Neri? Então que tal conhecer as indicações da vlogger dentro do próprio Youtube? “São mulheres que estão dentro da plataforma, falando sobre nós, mas cada uma com as suas especificidades, acho que vale muito a pena conhecer todas”.

Ana Paula Xogani

“Ela é uma mulher negra, empreendedora, mãe e leva as questões sociais muito a sério em todos os âmbitos da vida dela”.

Gabi Oliveira, De Pretas

“Ela também é negra e aborda com muito humor assuntos pesados, tudo de uma forma muito leve”.

Xan Ravelli, Soul Vaidosa

“Ela fala sobre maternidade, vida da mulher negra, solidão… Diversas coisas da nossa realidade, só que de uma forma muito gostosa também”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s