Farfetch adiciona novas marcas ao seu repertório. Conheça!

Desde a criação da Farfetch, em 2007, o empresário José Neves, CEO da marca, só tem o que comemorar. Criando uma plataforma online que serve de ponte entre multimarcas e seus clientes ao redor do mundo, o e-commerce inovou e viabilizou o business de muita gente. “Sempre gostei de moda e tecnologia e essa foi uma maneira de unir as duas coisas”, diz ele, durante a entrevista em seu escritório, em Londres. Esse é apenas um dos QGs da empresa, que, só no Brasil, já conta com 70 pessoas na equipe – iniciada com apenas dez funcionários. E a expansão internacional segue a pleno vapor. Com um escritório recém-aberto em Tóquio, em breve a Farfetch terá endereços na China e na Rússia. “Agora queremos crescer mais nos Estados Unidos”, antecipa ele, que aposta na força de campanhas publicitárias para a conquista. “Lançamos a Unfollow para América do Norte e Reino Unido. Se der certo, vamos levar para outros países”, revela. “O mercado está em alta e há espaço para todos, então a energia é sempre muito boa.”

Lali Shop
Dona da loja mais cult de Londres, Nelli Turner faz uma curadoria bem pessoal, influenciada pelo movimento Bauhaus, e reúne grifes emergentes e mais difíceis de encontrar na cidade, como Peter Jensen e Bella Freud. “A decoração é inspirada nas formas geométricas, então gosto de ter peças que reflitam essa identidade”, conta Turner. Em seu critério, a qualidade é fundamental, mas o preço não pode ser alto. “Quero manter roupas que não levem as pessoas à falência.”
Não perca: a coleção cápsula Peter Jensen x Peanuts, que traz Charlie Brown e sua turma em estampas divertidas, mas nada infantis, e os moletons bordados da Omsk101 Golborne Road, London, W10 5NL.

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

The Shop at Bluebird
Localizada em um antigo showroom de automóveis, a Bluebird é o tipo de loja que você pode passar um dia inteiro descobrindo. Além das mais de 100 marcas de moda, o espaço conta com uma livraria, um espaço de beleza e uma versão pocket da The Fashion Illustration Gallery, além de dois restaurantes e um café. “Queremos ser uma espécie de caixinha de curiosidades, mas também preparar os closets dos nossos consumidores para cada temporada”, explica a diretora de compras Claire Miles. O diferencial é a equipe de vendedores, formada por stylists profissionais. 
Não perca: as seleções da Chloé e da Maison Martin Margiela, assim como as novatas Regina Pio e Zoe Jordan. Peças da Burberry também estreiam em breve na concept store. 350 King’s Road, London, SW3 5UU.

Quer mais? Leia a matéria na íntegra na ELLE de maio/2015!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s