Gigi Hadid: “não darei mais explicações sobre meu corpo”

Ela falou recentemente sobre conviver com a síndrome de Hashimoto.

A modelo Gigi Hadid, de 22 anos, tem usado o Twitter para rebater críticas sobre estar magra demais. Ela descreveu a perda de peso como uma implicação do tratamento da síndrome de Hashimoto, mas também afirmou que seu corpo não está aberto para debates nas redes.

Leia também: Peitos de Bruna Marquezine são vítima da vez do julgamento online

“Para aqueles que estão determinados a falar sobre como meu peso mudou, vocês não devem saber que quando eu comecei, aos 17 anos, eu ainda não havia sido diagnosticada com a síndrome de Hashimoto. Aqueles que falavam que eu era “gorda demais para a indústria” estavam vendo, na verdade, inflamação e retenção de líquido”, começou ela em um post.

Ela falou sobre a convivência com a síndrome: “com o passar dos anos, tomei remédios para lidar com os sintomas, que não eram só esses, mas também cansaço extremo, problemas com o metabolismo, capacidade de lidar com calor, etc.”

Em 2015, a modelo fez um post no Instragram falando sobre as críticas que recebeu por estar supostamente fora dos padrões da indústria fashion. E hoje, durante a semana de moda de Nova York, tem tido que lidar com o fato de estar sendo criticada pelo motivo oposto.

Ela continuou: “apesar do stress e do excesso de viagens também afetarem o corpo, eu sempre comi o mesmo, meu corpo só lida diferente agora que minha saúde está melhor.” Ela rebateu então as críticas sobre estar magra: “eu posso estar muito magra para você. E honestamente, essa magreza não é como eu gostaria de estar. Mas eu me sinto mais saudável internamente e continuo aprendendo com meu corpo a cada dia, assim como todo mundo”, finalizou.

Ela terminou os posts afirmando que não daria mais explicações sobre seu corpo: “eu não vou me explicar novamente sobre os motivos de meu corpo estar de certo jeito, assim como qualquer outra pessoa, com um tipo corporal que não cabem nas suas expectativas de “beleza”, não deveria. Não vou julgar os outros, mas drogas não são minha coisa, pare de me colocar nessa caixa só porque você não entende a forma que meu corpo amadureceu.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s