Gigi Hadid ressalta a importância das mulheres praticarem a autodefesa depois de ter sido assediada em Milão

Na semana passada, Gigi Hadid e sua irmã, Bella, davam autógrafos e tiravam fotos com fãs na saída de um desfile quando um homem a assediou, com a desculpa de que estaria fazendo um protesto contra as modelos famosas no Instagram. Depois do acontecimento, a bombshell continuou suas atividades na semana de moda, mas a internet parece não querer deixar a história morrer. Isso porque algumas pessoas atacaram Gigi dizendo que ela foi muito rude com um fã. 

Em texto escrito para a newsletter de Lena Dunham, a Lenny Letter, a modelo explica todo o acontecimento. “Eu ainda não tinha ficado em uma situação que me forçasse a revidar, mas ele veio e me agarrou – não era uma escolha. Eu tenho um pouco de uma lutadora dentro de mim”, escreveu. “Eu me senti em perigo e tive todo o direito de reagir daquela forma”.

Gigi foi além e disse querer que essa atitude reforce a importância da autodefesa para as mulheres. “Eu quero que as garotas que vejam esse vídeo saibam que elas têm o direito de revidar também, se estiverem em uma situação similar. A confiança das suas habilidades aparece quando você se educa”, disse.

Sobre as críticas que ela vem recebendo a respeito de “ter agredido um fã”, a modelo é categórica. “Isso me deixa muito irritada”, começa. “Primeiro de tudo, foi uma mulher que escreveu essa manchete. O que você diria para a sua filha? Se meu comportamento não é um comportamento modelo, então qual é o mais adequado? O que você falaria para sua filha fazer nessa situação?”.

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

A manchete em questão começa com destaque para a frase “Não é um comportamento modelo” e segue com “Gigi Hadid agressivamente ataca fã com cotoveladas no rosto depois que ele tenta pegá-la no colo”. Rachel McGrath, jornalista do Huffington Post, saiu em defesa da top e postou em seu Twitter uma versão alternativa do que seria uma manchete ideal. “Gigi Hadid reage de forma totalmente apropriada quando um cara aleatório tentou levantá-la na rua”.

A modelo agradeceu Rachel em seu Twitter e mostrou sua indignação com as pessoas que diziam que ele era um admirador dela. “Fã? Os fãs de verdade que estavam lá podem dizer exatamente o que aconteceu. Eu sou um ser humano”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s