Marc Jacobs pode estar saindo de sua própria marca

Segundo o The Business of Fashion, fontes do mercado dizem que esta é uma possibilidade real. Entenda:

O The Business of Fashion, um dos sites mais respeitados quando o assunto é a indústria da moda, publicou recentemente uma artigo que se perguntava: será que Marc Jacobs vai sair da marca que leva o seu nome? Em tempos de tanta dança das cadeiras — basta lembrar de casos como os de Lanvin, Courréges e Saint Laurent — nenhuma possibilidade parece ser absolutamente descartável.

Apesar de ser um dos nomes mais celebrados da moda norte-americana, Marc Jacobs parece não ter em suas lojas o mesmo sucesso delineado nas resenhas de seus desfiles — sempre um ponto alta da Semana de Moda de Nova York. Não à toa, muitas de suas flagships acabaram fechando as portas nos últimos anos — incluindo a brasileira (do shopping Iguatemi de São Paulo) que encerrou suas atividades em 2014.

A situação é difícil, mas estamos percebendo bons sinais no varejo de nossos produtos e isso é muito estimulante.

Em maio deste ano, o diretor executivo da etiqueta Sebastian Suhl foi desligado do grupo LVMH — empresa que detém boa parte das principais grifes de luxo do mundo. Ao que tudo indica, Jacobs não estaria muito feliz com a maneira que ele conduzia o reposicionamento de sua marca marca no mercado. Com isso, muitos funcionários que já trabalharam para a label e alguns que ainda estão lá afirmavam para o BoF que têm medo do ex-estilista da Louis Vuitton também perder o seu cargo criativo da marca que fundou — boato que cerca o designer há tempos.

Vale lembrar que, mesmo antes da entrada de Sebastian, a marca já enfrentava problemas financeiros. Depois de nomear Luella Bartley e Katie Hillier como diretoras-criativas da Marc by Marc Jacobs, já haviam rumores de que a empresa deixaria o conglomerado francês e seria englobado pela Michael Kors. Depois, a grife ainda fechou a sua segunda linha e passou a investir cada vez mais na indústria de cosméticos: aparentemente, o único setor da marca que ainda está crescendo e que, supostamente, sustenta todos os outros braços do business.

“Mesmo assim, temos vendido mais em multimarcas”, argumenta o gerente financeiro do grupo LVMH Jean-Jacques Guiony, em entrevista ao BoF. Apesar de tudo, Guiony diz não estar tão preocupado com o futuro da grife. “A situação é difícil, mas estamos percebendo bons sinais no varejo de nossos produtos e isso é muito estimulante.

Assista ao último desfile de Marc Jacobs abaixo:

Veja também
Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s