Marcas de moda praia que arrasaram na Angola Fashion Week

Moda praia é praticamente sinônimo de Brasil, certo? Afinal, com uma costa tão extensa e um amor tão grande pelo verão, é impossível não relacionar o país às últimas tendências de beachwear. Porém, não é só por aqui que labels especializadas despontam.

A Angola sediou no último fim de semana a sua semana de moda de inverno 2016, que contou com três marcas de moda praia no seu line-up. Essa foi a primeira vez em que o beachwear dividiu as passarelas com o eveningwear, um dos destaques da cultura de moda local, muito focada nos ateliês e nas roupas sob medida.

A Asuen Suetam, criada pela estilista Neusa Mattos, criou uma coleção chamada Mini Me, inspirada nos desenhos infantis que a filha da designer costuma assistir. Ela, que desenha as peças em Luanda e as desenvolve aqui no Brasil, no Rio de Janeiro, busca mais discrição nos modelos. Isso porque, segundo ela, o gosto das mulheres angolanas é bem diferente das brasileiras: “A mulher angolana é ousada fora da praia, mas na hora de escolher o que comprar em termos de beachwear, prefere calcinhas maiores, sutiãs sem bojo e maiôs. Adoram marquinhas, portanto, o tomara que caia tem que ter a opção para encaixar as alças”.

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

Madjer Lima, mente criativa por trás da eXOTRik, de Cabo Verde, desenvolve um streetwear com vibe praiana, ou seja, ela usa as paisagens da sua terra natal, a ilha de São Vicente, para desenvolver estampas para hot pants, tangas, bolsinhas, keds e camisetões que fazem as vezes de saídas de praia.

“O beachwear africano é uma moda mais alegre, bem dirigida para o nosso povo. Na minha coleção, por exemplo, tento incorporar as nossas paisagens e elementos da nossa cultura”, explica.

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

Participação brasileira

Também estreante nas passarelas angolanas, a brasileira Lenny Niemeyer ganha representação nas mãos da empresária Monica Soares. Ela conta que, mesmo em um ambiente superdespojado como a praia, as angolanas gostam de estar sempre bem vestidas e com um ar glamouroso. “Mais do que estar na praia para usufruir da água, aproveitamos bem o espaço da areia para fazer, digamos assim, o nosso desfile”, diz.

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s