“Não tenho interesse em estar bonita todo dia”, diz Aluna Francis

#VamosPensarSobreBeleza: Conversamos com a cantora britânica logo depois de seu show surpresa com IZA no Popload Festival, em São Paulo.

No dia 15.11, o Memorial da América Latina — desenhado por Oscar Niemeyer, na Barra Funda, em São Paulo — se encheu de hipsters, fashionistas e moderninhos que vieram curtir o Popload Festival durante o feriado. Entre as atrações, nomes fortes da música alternativa contemporânea como a roqueira britânica PJ Harvey e a banda indie francesa Phoenix. No entanto, uma das apresentações mais divertidas que aconteceram por lá não estava no line-up: AlunaGeorge (projeto musical e eletrônico da inglesa Aluna Francis) fez um show ao lado da brasileira IZA!

“Ela está explodindo e acho que a gente tem a mesma vibe, então decidimos fazer o convite e, por sorte, ela estava disponível e topou”, disse Aluna no backstage logo depois de sua performance que aconteceu no Hidden Stage da Heineken no evento. Entre uma uva e outra — a cantora deu a entrevista para a ELLE com um cacho nas mãos –, falamos bastante sobre beleza: “Para mim, maquiagem é uma coisa para um momento, e não para a vida toda, para todo dia. Eu não tenho o menos interesse em estar bonita todo o dia. Isso é um problema da sociedade, inclusive. Como artista, eu tenho que ser muito verdadeira e honesta comigo mesma, sempre. Por isso, quando não estou no palco, eu estou esculhambada. E adoro isso!”

“Maquiagem é teatro. Então quando estou no palco, quero que as pessoas enxerguem bem os meus olhos. Assim, pesquiso como acentuar o formato deles usando maquiagem e gosto muito de glitter. Meu ritual de beleza está muito mais ligado a skincare do que qualquer outra coisa. Não adianta ficar cobrindo a pele com base (ainda mais no meu caso, que vou suar durante os shows), é preciso cuidar dela com tudo: hidratantes, protetor solar, limpantes, séruns…”, explica.

Como artista, eu tenho que ser muito verdadeira e honesta comigo mesma, sempre. Por isso, quando não estou no palco, eu estou esculhambada. E adoro isso!

Sua relação com o mundo fashion, no entanto, não é tão desapegada. No dia do show, por exemplo, ela vestia uma calça do norte-americano Jonathan Simkhai e um body da brasileira Giuliana Romanno. “Gosto de me conectar com a cultura local por meio da moda”, disse. “Aliás, quando eu era criança, sonhava em ser estilista. O lado bom é que, enquanto cantora, também consegui realizar esse sonho. Quando estava em tour com o Coldplay, eu desenhei meu próprio figurino.”

No final do bate-papo, a cantora ainda reforçou que todas as meninas do mundo deveriam enxergar melhor e valorizar mais os seus talentos. Segundo ela, este hábito saudável foi o que a levou até o mundo da música. “Todo mundo tem algo incrível dentro de si. Algo que você faz só pra você, que só faz sentido pra você e para mais ninguém. Foca nisso! É muito importante não se esquecer dessas coisas e dar tempo para essas coisas. Se você ainda não consegue dizer com clareza o que faz com que se sinta assim, você ainda não procurou o suficiente”, arremata.

Newsletter Conteúdo exclusivo para você

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s