O abuso do preto nas passarelas prova que o visual gótico está de volta

A coisa tá preta e não é modo de dizer. Basta dar uma boa olhada na temporada de inverno 2015/16 de Nova York, Londres, Milão e Paris para chegar à seguinte conclusão: gothic is in the air!

Alexander Wang puxou a fila da tendência com uma coleção em que o preto reina e ganha pitadas de hardcore, com botas pesadas, que poderiam estar no próximo show de Marilyn Manson. Correntes, botões e ilhoses também entram em cena, ecoando a vibe 90’s, quando o gótico era um estilo de ser – quem lembra? Para completar, cabelos desgrenhados, “I don’t care”, e uma atitude quase agressiva, em sintonia com as ruas, terreno que o estilista domina como ninguém. 

De Nova York para as semanas de moda seguintes, o movimento só ganhou força, com a bênção de Darth Vader (me perdoe o trocadilho). Da atmosfera vitoriana, Penny Dreadful, de Sarah Burton na Alexander McQueen às guerreiras étnicas de Riccardo Tisci, na Givenchy, o recado é austeridade, pitadas soturnas e um tiquinho de sensualidade para contrabalançar, mais ou menos como manda a cartilha de Fiona, a bruxa suprema interpretada por Jessica Lange na temporada Coven de American Horror Story – se você pensar que, além dessas duas séries hit, que interagem com o sombrio, ainda teremos pela frente a saga Batman versus Superman, o clima de Halloween antecipado tem tudo para durar. 

Claro que na passarela a ideia é reforçada por um styling conceitual: piercings por todo rosto, make escuro e até chapéus que simulam bichos empalhados na AF Vandervorst ajudam a deixar todas as roupas com alma dramática. Mas não subestime a escola dark – ela, afinal, encontra coro na vida real. Como disse Wang, ao final do seu desfile, o preto é a cor mais pedida por suas clientes, portanto, era óbvia a sua decisão de investir em uma coleção assim. 

Quer mais? Confira a coluna na íntegra na ELLE de junho/2015!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s