O processo tecnológico por trás deste vestido de Alta-Costura

Play!

Cortar, costurar, drapear, passar… As técnicas para se produzir uma peça de roupa não são novas. O que acabou mudando com o passar do tempo foram as ferramentas usadas para confeccioná-las. Hoje, graças à tecnologia, esses processos estão muito mais rápidos.

No entanto, existem itens do vestuário que são tão refinados que somente o trabalho manual é capaz de alcançar. Quase um símbolo de resistência contra aceleração do mercado por produções industriais de larga escala, a Alta-Costura é a maior prova disso. 

É sobre essa magia que se trata o novo vídeo da Visionaire em parceira com o Refinery 29. Ali, a designer Iris Van Herpen mostra a produção de um vestido de silicone cravejado por pedrarias que acabou de ser apresentado em Paris, durante a Semana da Alta-Costura. O mais surpreendente? Quase como num namoro entre opostos, ela usou impressoras 3D e outros artifícios high-tech não a favor da velocidade, mas sim do preciosismo. No que depender da designer (e couturier), eles se atraem, sim!

Assista ao vídeo abaixo:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s