Três segredos dos looks mais populares de Beyoncé no baile do MET

Stylist fala sobre decisões de última hora, vestidos pesados e látex fácil de usar.

Desde que foi pela primeira vez ao Met Gala — festa anual de arrecadação de fundos do Metropolitan Museum of Art’s Costume Institute –, em 2008, os looks de Beyoncé ficaram cada vez mais ousados. Os vestidos de 2012, 2015 e 2016, assinados pela Givenchy, tornaram-se alguns dos outfits mais icônicos da estrela. De escolhas de última hora ao peso da roupa, Ty Hunter, um de seus stylists, fala sobre as escolhas para o evento.

Leia mais: Conheça a talentosa stylist por trás dos looks de Beyoncé

Beyoncé não planejava ir ao Met em 2012

Em 2012 a ida ao baile não estava nos planos da cantora. Foi de última hora, após um ensaio para a Mrs. Carter tour, que Beyoncé ligou para Hunter dizendo iria ao evento, e o time da Givenchy correu prontamente para sua sala de ensaios para fazer provas do vestido — que originalmente tinha sido imaginado para outro projeto. “Literalmente, em um dia ou em algumas horas tudo aconteceu — e terminou sendo um de seus looks mais falados”, contou Hunter ao WWD

Leia mais: Beyoncé estreia nova marca de Peter Dundas no Grammy

Beyoncé no baile do Met de 2012 (Dimitrios Kambouris/Getty Images)

O vestido de 2015 é um dos mais pesados

Apesar de ter parecido flutuar, o Givenchy usado em 2015, todo trabalhado com cristais Swarovski, foi um dos vestidos mais pesados que Beyoncé já usou. “Muitas das pedras e gemas eram muito pesadas. Mas ela se sentiu confortável e amou o vestido, e mostrou ele ao mundo”, afirma Hunter.

Beyoncé no baile do Met de 2015  (Larry Busacca/Getty Images)

O vestido de 2016 foi o mais “fácil”

Apesar do látex, que é um material difícil de ser trabalhado, o vestido usado em 2016 não precisou de muitas mudanças ou adaptações. Ele também era o preferido entre as opções que ela tinha para a festa — nessas ocasiões especiais, a estrela sempre tem cerca de três na manga. “Tisci transformou esse vestido em um traje elegante que se adaptava às formas. Ele sempre esteve antes de seu tempo, é muito selvagem, e eu amo isso”, finaliza.

Beyoncé no baile do Met de 2016 (Dimitrios Kambouris/Getty Images)

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s