Ulyana Sergeenko e Miroslava Duma são acusadas de racismo

Entenda a história que envolve uma séria ofensa racista no Instagram.

A designer Ulyana Sergeenko e a blogueira e influenciadora Miroslava Duma estão envolvidas em uma polêmica de racismo. Na segunda-feira, Miroslava postou em seu stories no Instagram a imagem de um convite enviado pela designer, que usava parte da letra de uma música de Kanye West, contendo a palavra “n*ggas”, para convida-la para seu desfile.

Leia também: Meghan Markle é vítima de racismo na política britânica

Por algum motivo, Ulyana pensou que fazer uma referência à música de um rapper negro em uma carta entre duas mulheres brancas era aceitável. Miroslava, que também parece não ter considerado o peso racial da palavra, postou a imagem no stories do Instagram marcando a designer e usando um coração.

♥️🙏🏼

A post shared by Miroslava Duma (@miraduma) on

Elas foram imediatamente criticada nas redes por seus seguidores e insiders da indústria — como Naomi Campbell, que marcou Ulyana em um de seus stories no Instagram e escreveu “é melhor isso não ser verdade.”

Hoje Ulyana escreveu um pedido de desculpas — mas ele foi tão problemático quanto toda a polêmica. Ela escreveu: “Kanye West é um dos meus músicos favoritos, e NP é uma de minhas músicas favoritas, e sim, nós usamos a palavra N de vez em quando quando queremos acreditar que somo tão cool quanto os caras que estão cantando isso.” A palavra surgiu historicamente em um contexto extremamente racista e segregacionista dos Estados Unidos, e era uma forma de ofensa usada por brancos para rebaixar pessoas negras. Se ela é usada hoje por pessoas negras, é porque existe um esforço para ressignificá-la. Apesar disso, seu uso por pessoas brancas é extremamente ofensivo.

miroslava-duma-naomi-campbell O repost de Naomi Campbell em seu stories do Instagram

O repost de Naomi Campbell em seu stories do Instagram (Instagram/Reprodução)

Miroslava também escreveu um pedido de desculpas em suas redes. “A palavra é extremamente ofensiva e eu me arrependo de promovê-la e estou muito arrependida”, escreveu no Instagram. De acordo com Nasiba Adilova, que comanda com Dumas a marca para mãe e crianças The Tot, afirma que a blogueira foi afastada de sua posição na diretoria na empresa. “Nós na The Tot estamos muito chocados com o post ofensivo e racista compartilhado na noite anterior por Miroslava Duma durante a semana de moda de Paris. De maneira alguma estas ações refletem os valores da The Tot. Referência cultural ou não, racismo de qualquer forma é inaceitável, independentemente se for acidentalmente ou sem essa intenção. Palavras são poderosas e elas machucam. Imadiatamente removemos Miroslava Duma de nossa diretoria.”

Apesar da moda estar caminhando para uma maior diversidade na indústria, esse é um lembrete de que ainda existe muito trabalho a ser feito.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s