Bruce Weber e Mario Testino são acusados de assédio por modelos

Os fotógrafos aproveitam o seu poder e influência no mercado de moda para abusar dos garotos clicados por eles.

Desponta agora uma série de acusações de assédio sexual contra Bruce Weber e Mario Testino, dois dos fotógrafos mais celebrados pelo mundo da moda. A reportagem que revela com detalhes alguns dos casos é do jornal norte-americano The New York Times que reuniu relatos de diversos modelos masculinos que já trabalharam com estes profissionais e, de alguma maneira, foram molestados. Assim como no caso do produtor Harvey Weinstein, em Hollywood, aqui também trata-se de uma mistura de abuso de poder com abuso sexual, uma vez que é a posição privilegiada dos predadores no mercado que acaba possibilitando a existência de situações intimidadoras nas quais os modelos ficam totalmente vulneráveis.

Weber — responsável por campanhas consideradas muito sexualizadas como os antigos anúncios de underwear da Calvin Klein e da Abercrombie & Fitch –, por exemplo, ficou conhecido no meio dos modelos por seus “exercícios de respiração” e “canalização energética”. O modelo Josh Ardolf, que na época tinha 20 anos de idade, relembra um editorial clicado pelo fotógrafo para uma revista de moda internacional de grande porte: os dois estavam sozinhos em um quarto até que Ardolf começou a se sentir desconfortável. Para “tranquilizar” o jovem, um desses exercícios foi proposto. “Ele me disse para guiar a sua mão pelo meu corpo, chegamos ao abdômen e eu fiz a tal respiração. Depois disso, ele forçou sua mão nos meus genitais. Fiquei completamente perplexo, sem saber o que fazer, porque precisava ir muito bem naquela foto, era minha grande chance de alavancar a minha carreira”, remonta.

bruce-weber O fotógrafo Bruce Weber.

O fotógrafo Bruce Weber. (Stuart C. Wilson/Getty Images)

Leia mais: Modelos estão compartilhando relatos de assédio via Instagram

Ardolf é apenas um entre tantos outros modelos que, durante muitos anos, já acusaram e até entraram na justiça contra o fotógrafo. Mesmo assim, antes do escândalo de Harvey Weinstein, o mercado estava mais preocupado em manter a sua aparência glamourosa do que corrigir a sua estrutura, como bem pontuam os jornalistas Matthew Schneier, Vanessa Friedman e Jacob Bernstein em seu artigo. Inclusive, segundo os modelos, aceitar o mau comportamento de fotógrafos como Weber era praticamente uma premissa para um modelo masculino “se dar bem” no mundo da moda. “Havia até um termo para isso, ‘ser Bruceficado‘”, disse o modelo sueco Rudi Dollmeyer que já fotografou com Weber três vezes.

Contra Testino — que também tem um trabalho fotográfico reconhecidamente objetificante –, não só modelos se levantam (são 13 ao todo) como também ex-assistentes. É o caso de Hugo Tillman que depois de uma série de constrangimentos, como ser obrigado a massagear o fotógrafo durante a produção de alguns editoriais em frente a outros profissionais, ainda foi brutalmente assediado em uma viagem de trabalho. Segundo ele, Testino foi até o seu quarto em um hotel, o jogou na cama, segurou seus braços e só não foi adiante porque seu irmão entrou no quarto e impediu que a violência continuasse. De acordo com seus acusadores, o peruano usa sua posição de “mentor” para conseguir abusar de quem trabalha com ele em cargos inferiores.

Os escritórios de advocacia de ambos os fotógrafos negam todas as acusações. Vale lembrar também que, antes desses casos virem à tona, Terry Richardson — outro fotógrafo renomado — também foi exposto por várias modelos. Situações como essa parecem ser corriqueiras no circuito da alta moda onde os predadores detém muito mais poder do que deveriam e usam isso a favor de seus crimes, mas, como bem disse Oprah Winfrey, esse tempo acabou e isso precisa parar.

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s