Zendaya será a primeira Mary Jane negra em novo filme do Homem-Aranha

O mundo dos quadrinhos é uma fonte infindável de inspiração para o cinema, mas, mesmo assim, de tempos em tempos, uma mesma história é reeditada e ganha um novo elenco. É o caso do próximo Homem-Aranha, que, ao que tudo indica, terá Zendaya no papel da icônica Mary Jane.

A atriz teen, ex-estrela da Disney, vem ganhando cada vez mais destaque por ter um posicionamento bastante forte quando o assunto é feminismo e representatividade de mulheres negras. Ela se tornou uma das fashionistas mais populares do momento e veio ao Brasil neste ano para o comentado desfile da coleção resort da Louis Vuitton.

Leia Mais: O que os convidados usaram para assistir ao desfile da Louis Vuitton em Niterói!

Agência Fotosite Agência Fotosite

Agência Fotosite (/)

Ao que tudo indica, no entanto, ainda são muitas as pessoas que não aceitam que uma mulher negra esteja em um papel de destaque – ainda mais de uma personagem que sempre foi representada como branca – a ponto do diretor do novo filme, James Gunn, escrever no Facebook sobre o assunto.

“As pessoas ficam chateadas por algo que eles consideram intrínseco a um personagem dos quadrinhos muda quando ele é adaptado para o cinema. Eu entendo isso”, começou. “Dito isso, eu não acredito que um personagem seja a cor da sua pele”.

James acredita que “aqueles que reclamam sobre a cor de pele de um personagem tem uma vida muito boa” e que é simplesmente impossível ele dar qualquer atenção para os racistas e trolls que se pronunciaram sobre os rumores, mas que, a todos os outros, tem algo importante a dizer.

“Para mim, se a característica primordial de um personagem – o que o faz icônico – é a cor da sua pele ou do seu cabelo, francamente, esse é um personagem superficial e chato. O que define Mary Jane é o seu humor e atitude, e se a atriz consegue capturar isso, então ela vai funcionar no papel. E, para registro, eu acho que a Zendaya se encaixa muito mais no que eu considero as características físicas principais pelas quais Mary Jane ficou conhecida: ela é alta e magra – muito mais do que outras atrizes no passado”.

O recado de James é simples e no ponto: se vamos continuar fazendo filmes que representam as histórias em quadrinhos, dominadas por personagens que são, em sua maioria, homens brancos, então teremos que aceitar algumas adaptações para representar a nossa sociedade real, que é muito mais diversa. “Talvez possamos nos manter abertos à ideia de que, apesar de uma pessoa não estar de acordo com a imagem que criamos de um personagem, nós podemos, muitas vezes, ter boas surpresas”, completa o diretor.  

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s